Livro: Bolo Preto

Livro da vez: Bolo Preto, de Charmaine Wilkerson.

Após a morte de Eleanor Bennett, seus filhos Byron e Benny descobrem que a mãe era um verdadeiro mistério. Por meio de uma gravação que ela fez pouco antes de morrer, entram em contato com as suas raízes caribenhas e são surpreendidos por reviravoltas. Ao mesmo tempo, tentam curar suas feridas e resgatar uma relação há anos esgarçada.

A história é boa, mas a narrativa é fragmentada demais. Além de pular entre passado e presente e de um ponto de vista a outro, é construída por meio de capítulos curtíssimos. Quando eu começava a me interessar, lá vinha outro capítulo (minúsculo), em outro tempo, com foco em outro personagem e abordando outro tema. Essa fragmentariedade pode até dar algum dinamismo à narrativa, mas não funcionou para mim. Deu a impressão de que a autora não sabia que história queria contar.

Os personagens principais são fortes (embora Byron seja um chato), gostei de aprender algo da cultura do Caribe (a autora esclarece que locações e fatos são inventados, mas baseados no que aprendeu sobre a Jamaica) e, embora algumas viradas sejam previsíveis, outras são interessantes e a última é muito boa.

Indico para quem deseja um primeiro contato com questões de identidade, etnia, gênero e diferenças culturais. O livro está sendo transformado em série e creio que funcionará melhor na telinha.

Estrelinhas no caderno: 3 estrelas

Um comentário sobre “Livro: Bolo Preto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.