Blogs estão mortos? Só se for para o seu coração ingrato.

No começo do mês voltamos a 2007, com a reedição do velho debate sobre a morte dos blogs. A Simone resumiu a discussão e concordo integralmente com as opiniões dela (no texto e nos comentários).

Novos tempos, novas mídias.

A tv não matou o rádio, o videocassete não matou o cinema e a internet não matou os jornais – bem, mais ou menos. Talvez essa seja a exceção que confirma a regra. Enfim. Meios convivem, prestam-se a diferentes fins, transformam-se, cedem espaço, mas não morrem. Os vídeos e as redes sociais não mataram – e não matarão – os blogs.

Dia de Folga, obviamente, não é exemplo do que estou dizendo. O estado semicomatoso dos meus blogs é uma vergonha, eu sei. Felizmente, tem muita gente boa que bloga com frequência, opina, informa e diverte. Quer exemplos? Seguem dez, selecionados diretamente do meu Feedly (sim, eu ainda uso agregador de feeds; sim, ainda xingo os blogs que não se dão ao trabalho de ter feeds – sério, gente, cuidem dos feeds dos seus blogs). A escolha foi baseada na frequência de atualizações, na diversidade dos temas e, obviamente, na qualidade.

Resumindo: blogs estão vivíssimos e tem blog pra todo gosto. Basta passear um pouquinho pela web.

Imagem: Michael Dales, cc.

7 thoughts on “Blogs estão mortos? Só se for para o seu coração ingrato.

  1. Oi!
    Obrigada demais pela referência. Fiquei feliz que o meu blog te agrade 🙂
    Mas, sim, não tem como deixar de lado o estado comatoso do Dia de Folga. Vamos trabalhar nisso aí!
    Os blogs não morreram. O que anda morrendo é a capacidade das pessoas postarem mais do que 140 caracteres.
    Bjo!!!
    Vanessa

  2. Com a atual facilidade para produzir e assistir vídeos, blogs agora estão finalmente focados em gosta de ler e escrever. Acho isso ótimo! Eu detestava quando meu blog recebia dezenas de comentários mal escritos de pessoas que só tinham lido o título ou pinçado algumas frases do texto. 🙂

    Eu também leio feeds, inclusive o do seu blog. Usei Feedly por alguns meses, mas depois optei pelo Inoreader.

  3. @Vanessa, mas é ca-la-ro que agrada! Quanto ao estado do ddf… “vamos estar trabalhando nisso”. 😛

    @Helen, tem uns posts velhos aqui no ddf que rendem comentários bizarros até hoje – ou rendiam, porque hoje tomei a sensata medida de fechar os comentários de posts com mais de seis meses. Sobre a edição de comentários, ela não é recurso nativo no WordPress, eu teria que instalar algum plugin e esses plugins têm um potencial grande de bagunçar o blog… desculpe. :/

  4. Lu,
    Saudações de BH!!

    Que bom ouvir de você depois de um tempo! Sou admiradora do seu jeito (gostoso) de escrever!

    Duas considerações:

    1) Os Blogs NÃO estão mortos, porque autores do calibre de Santiago Nazarian, que lançou “Biofobia” pela editora Record em 2014, dizem que graças aos blogueiros que tratam de literatura os livros nacionais ganham resenhas decentes, já que os jornais não fazem isso mais!…

    Ou seja: quem gosta de ler, segundo ele, procura os Blogs focados em Literatura, a fim de saber o que anda sendo publicado de bom na nossa Pátria Mãe Gentil – já que o ‘mainstream’ parece preferir focar só os “50 Tons de Cinza” e Cia. Limitada, de escritores estrangeiros.

    2) Estou firme o forte no meu Blog http://www.acatolica.com que, em Agosto de 2015, completará 5 anos de existência e atividade frequente! E o volume de internautas semanal e mensal me mostra que os Posts que publiquei sobre hagiografia (vida dos santos), por exemplo, cobrem uma lacuna de outras publicações eletrônicas – motivo de orgulho!

    Além disso, há 1 ano decidi me focar na publicação de poemas – que, por serem (geralmente) muito curtos, têm a leitura viabilizada por esta excelente mídia chamada Internet, através de um Blog!

    Que bom que retornou!
    #tamujunto

    Saúde e Paz!!

    P.S. Desativei o FEED do meu Blog (por favor, não me xingue!…), porque ativei “códigos pra bloquear cópia do conteúdo”. Esses códigos inibem a cópia direto das páginas do http://www.acatolica.com, MAS não o fazem com relação às do FEED, então optei por excluí-lo.

    ~~~

Comments are closed.