Se o Trato Feito negociasse órgãos…

– Boa tarde.
– Boa tarde, o que a traz aqui?
– É que eu tenho um rim sobrando, não estou precisando dele agora… e tenho algumas contas pra pagar… então, pensei em vender.
– Ainda bem que você quer vender, esse tipo de coisa não dá pra penhorar. E quanto você está querendo nele?
– Bom, eu andei pesquisando e o preço de mercado é 10.000.
– Para o comprador certo, pode ser. Mas eu ainda vou revender, não posso pagar o preço de mercado.
– Eu sei, por isso pensei em pedir 5.000.
– Não, 5.000 não dá pra pagar, muito caro.
– Caro nada, é metade do preço! E meu rim está ótimo, eu sempre bebi muita água, faço exercícios, nunca tive pedra… ele está como novo!
– Eu acredito, mas entenda o meu lado. Eu tenho despesas fixas, a manutenção da loja, os funcionários, e ainda preciso ter o meu lucro.
– …
– Lamento, não posso pagar os 5.000.
– Hum. Então, qual é o seu preço?
– Posso dar 500.
– Mas 500 é muito pouco por esse rim! Ele é um item raro, eu só tenho outro igual, e ele está em ótimo estado! Só estou vendendo porque preciso do dinheiro, senão ficaria com ele pra sempre! Ele é muito bom, mesmo!
– Eu entendo, mas com essa crise, o mercado está fraco, quase parado. As pessoas não estão com dinheiro, sabe? Por outro lado, a oferta está muito grande, por qualquer iPad você consegue um rim novinho.
– Está certo, eu te faço por 2.500, você ainda lucrará muito! Não é qualquer rim, o meu tem procedência, tem certificado de boa saúde, cara.
– Olha, se eu já tivesse comprador pra esse rim, eu poderia pagar 2.500. Acontece que eu não tenho. Vou ter que procurar, anunciar, e até achar alguém eu vou precisar armazenar o rim. Não sei quanto tempo ele vai ficar na vitrine até ser vendido, e vou ter várias despesas com ele até encontrar um interessado. Não é todo dia que entra alguém por aquela porta precisando de um rim.
– Mas eu sou tipo O, sou doadora universal!
– Ainda assim. Há muitos doadores tipo O por aí. Além disso, o rim ser do tipo O não é garantia de conseguir um comprador logo.
– …
– Sinto muito, 500 é minha melhor oferta.
– Por 500, acho que prefiro ficar com ele.
– Ok, a decisão é sua. Fica pra próxima.

(Do lado de fora da loja, para a câmera.)

– Esses caras são uns exploradores! Tenho certeza de que consigo até mais de 10.000 no meu rim, só preciso encontrar o comprador certo. Eu vou encontrar, e depois vou voltar aqui pra esfregar na cara desses otários! Eles vão se arrepender por terem perdido o negócio!

(Inspirada em um bate-papo real. Se você não conhece o Trato Feito, aqui está.)

3 thoughts on “Se o Trato Feito negociasse órgãos…

  1. Muito bom…rs..exatamente isso. Mas o mais triste é e que, salvo exceções, eles vendem pelos 500 mesmo.

  2. Mandou super Bem.
    Só faltou chamar um especialista para avaliar o se o rim é legitimo. rs

Comments are closed.