Ligeirinhas

– Crise de identidade é quando me chamam de “ruiva” e demoro pra me tocar que é comigo que estão falando (em tempo: estou amando isso!).

– Confusão acontece quando tento entender por que vivem me perguntando se sou gaúcha, afirmando que tenho sotaque do Sul – báh, tchê, esse povo nunca ouviu um gaúcho falando (acho lindo o sotaque – gaúchos, não se ofendam, plisi).

– Missão impossível é fazer apigreide num computador de mil-novecentos-e-guaraná-de-rolha – nada existe, nada serve, nada é compatível.

– Mas ele voltou ontem, finalmente, depois de alguns dias no hospital (ele é membro da família, entende). Eu já estava morrendo de saudades. Só que fiquei com tanto medo de alguma coisa não funcionar direitinho, que ainda nem liguei o bendito. Sabe quando você recebe resultado de exame médico e não quer abrir com medo de má notícia? Pois é.

– Sou capaz de ficar hooooras dentro de um laboratório minúsculo, ouvindo um bando de gente falar e brincar sobre informática, participando da conversa e, realmente, divertindo-me. Acabei até ganhando desconto maior e brindes. Agora, não me peça para ficar 15 minutos numa oficina mecânica. É por isso que eu cuido do computador do meu querido pai e ele cuida do meu carro. Trato perfeito.

– Placa-mãe que aceite memória DDR da próxima vez, por favor.

11 thoughts on “Ligeirinhas

  1. Rsrsrsrs

    Acho que vou visitar Brasilia mais rapido do que eu esperava…mas shhhhhhhh e segredo 😉

  2. Também estou passando por esse mesmo probleminha no que concerne a fazer um uprade no micro lá de casa…:((

    Beijocas

  3. Menina, eu tbm demorei um tempão para me acostumar com as madeixas vermelhas, mas adoro receber os elogios…rs

    Beijus

  4. Lu, a dica que você me deu sobre a cor do perfil funcionou. Mil vezes obrigada! vc é minha heroína! rs.
    Várias pessoas dizem que tenho sotaque de capixaba, não sei porque (nada contra, claro)! rs.
    Mais uma vez, obrigada pelo help. Sou totalmente tapada pra essas coisas. Beijos!

  5. o computador daqui de casa era jurássico e passei por isso também…ou seja, troquei quase tudo e morri numa grana…

    beijos, ruiva….

  6. Ai nem me diga. Upgrade no meu Pc agora é lata do lixo. Garanto que é um degrau acima da escala onde ele se encontra…rs.
    P.S.: Cadê os posts, hein? Hein?

  7. Ainda não estou ruiva, mas pra muitos sou paulista no sotaque.
    Ainda terei “o computador”, para também não precisar mais fazer o “apigreide”.
    Drama!

  8. Eu acho o sotaque dos gauchos lindo!! (Tudo bem que eu sou Gaucham, logo, minha opinião não conta… ) hehehehe :d

  9. Ana, avisa quando estiver por aqui, moça!

    Dapirueba, só o fato de não depender do weblogger já é bom demais!

    Doidivanas, o problema foi tão feio que não teve mesmo solução… Inda bem que é o computador do meu pai (se bem que descobri que o meu também tem alguns problemas insolúveis).

    Shumyara, estou gostando tanto que até já cogito a possibilidade de usar tinta de verdade em breve, no lugar do xampu tonalizante – acho que não volto a ser loira tão cedo!

    Tathiana, disponha! Também não entendo muito, mas se tiver alguma dúvida, pode pergutnar – se eu souber resolver, vou ter o maior prazer em ajudar! Ah, sabia que jámorei em Campos – não na plataforma, claro…

    Monica, eu já passei por isso com o meu uma vez, há uns dois anos e meio, e estou achando que vou ter que fazer coisa parecida no fim do ano… (faria antes se tivesse $$$)!

    Rafael, é pior que um Celeron 300 Mhz?! O meu ainda é decente, mas o do meu pai… tsc, tsc…

    Kika, tenho trabalhado feito douda nos últimos dias, minina… Mas no fim da semana que vem a coisa deve dar uma aliviada (ou tenho um treco).

    Marília, eu morro de vontade de ter um Mac, só pra não passar mais por esses perrengues. Mas é caaaaaro…

    Gau, realmente, você é suspeita, hehehehe! Mas, sabe, acho que é mesmo o sotaque mais bonito do país!

    Bjos a todos!

Comments are closed.