Buena Vida Delivery

Ficha técnica

Argentina/França/Holanda, 2004. Drama. 93 min. Direção: Leonardo DiCesari.

O “motoboy” Hernán conhece Patricia e logo se apaixona. Ela está saindo de um noivado, precisa de um lugar para ficar e Hérnan oferece-lhe um quarto em sua própria casa, em troca de um módico aluguel. De repente, porém, toda a família de Patricia está alojada na casa humilde e quem fica praticamente sem teto é Hérnan, que precisa driblar o sogro e sua fábrica de churros.

Mais informações: Buena Vida Delivery.

Cometários

3 estrelas

Buena Vida Delivery passou praticamente despercebido pelo circuito brasileiro. O descaso foi tamanho que mesmo seu título foi motivo de confusão, sendo exibido como “Buena Vista Delivery” em diversas salas. Merecia um pouco mais de cuidado por parte da Europa Filmes, sua distribuidora. Afinal, embora seja o filme de estréia de Leonardo DiCesare (que já tem alguns curtas no currículo), Buena Vida Delivery fez sucesso desde seu lançamento, em 2004, ganhando diversos prêmios.

O tom é mais tragicômico que propriamente dramático. É impossível não rir diante da situação surrealista em que se encontra Hérnan, um moço humilde, trabalhador, generoso e apaixonado que, sem mais nem menos, vê sua casa invadida pelos parentes de sua namorada, Patricia (ou Pato). A moça não tem forças para escapar à malandragem de seu pai, Venâncio, que chega de mala e cuia com o restante da família e um projeto de fábrica de churros no melhor estilo engana-trouxa. Venâncio pode ser visto como um sujeito meio malandro, mas bem-intencionado; numa visão mais realista, porém, está mais para um oportunista barato, desses que vivem à cata de gente ingênua o suficiente para acreditar em sua lábia.

O desafio de Hérnan é equilibrar, de um lado, sua boa índole e seu amor por Pato e, de outro, a necessidade premente de ter sua casa e sua vida de volta. O espectador emociona-se e diverte-se com a confusão. Também identifica semelhanças entre a pobreza exibida no filme argentino, fruto de recessão e crise econômica, e a realidade brasileira.
O ponto fraco é o som da película, um tanto descuidado, com chiados em diversas partes. Num mundo acostumado com som digital, é bastante incômodo. Não sei, entretanto se é um problema da produção ou da cópia a que assisti.
Buena Vida Delivery ainda está em cartaz nas salas que correm por fora do circuito comercial. Vale a pena, nem que seja para dar uma pausa nos filmes hollywoodianos e ver o que de bom se faz aqui ao lado.

2 thoughts on “Buena Vida Delivery

  1. Olá assisti o filme pelo Cult. Fiquei completamente impactada, inclusive eu que rio de quase tudo, achei o filme bem pesado, triste e maravilhoso. Aquele clima suave que vai envolvendo os personagens principais se desfaz e aos poucos vai ficando uma trama sem saída. Achei o filme ótimo e recomendo.

  2. Assisti o filme e recomendo! É muito bom fugir dos americanismos, e é bastante fácil nos identificarmos com nossos irmãos argentinos!

Comments are closed.