Risoto de Morangos

Sexta receita da série Receitas com Morangos.

Ingredientes

  • 1 cebola pequena
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • sal
  • 1 xícara (chá) de arroz para risoto (arbóreo ou carnaroli)
  • 1/2 xícara de vinho branco seco
  • 4 xícaras (chá) de água fria
  • 200 gramas de morangos frescos (aproximadamente 20 unidades)
  • noz-moscada
  • pimenta-do-reino

Você também precisará de

Preparo

Lave os morangos e retire as folhas e os cabinhos. Passe-os pelo liquidificador, multiprocessador ou mixer até obter um creme. Reserve.

Pique a cebola em pedaços bem pequenos. Leve ao fogo, com o azeite, até dourar.

Acrescente o arroz próprio para risoto (não lave o arroz antes!) e refogue. Abaixe o fogo.

Junte o vinho branco e mexa até que ele se reduza à metade.

Adicione a água fria. Deixe ferver. Corrija o sal, se necessário. Mexa com freqüência, especialmente quando metade da água já tiver evaporado.

Quando o risoto estiver quase pronto (aproximadamente 20 minutos após a fervura), acrescente os morangos processados. Mexa para incorporá-lo ao arroz.

Risoto de Morangos Adicione pimenta-do-reino a gosto (preferencialmente, moída na hora) e uma pitada de noz-moscada. Continue mexendo até atingir o ponto de risoto: o arroz fica al dente, cremoso e bastante molhado.

Sirva imediatamente, como guarnição para assados.

Dicas e Complementos

Alguns risotos, como o risoto de lingüiça, são excelentes pratos únicos. Outros, como este risoto de morango, devem ser servidos como acompanhamento, na mesma proporção em que você serviria um arroz branco. Do contrário, o prato ficará enjoativo.

Risotos são de rápido preparo e devem ser feitos minutos antes de serem saboreados. Não ficam tão gostosos se forem requentados.

Normalmente, espera-se o vinho reduzir a um terço da quantidade original antes de se acrescentar a água. Neste risoto, preferi reduzir somente até a metade, para preservar um pouco mais do sabor e da acidez do vinho, que equilibram a doçura do morango.

Não escolha o vinho mais barato do supermercado. Procure um vinho branco seco. Você gastará alguns reais extras, mas terá um resultado muito mais saboroso.

A pimenta-do-reino dá um perfume especial se for moída na hora.

Cuidado com a noz-moscada: ela deve entrar sutilmente. Em exagero, fica enjoativa e sobrepõe-se ao sabor do prato.

  • Tempo de preparo: 30 minutos
  • Grau de dificuldade: fácil
  • Rendimento: 2 porções

7 thoughts on “Risoto de Morangos

  1. Por sorte estamos agora em um mundo globalizado e importamos morango!! Não existe mais essa coisa de “época de morango”, já que sempre tem morango no mercado! 🙂

  2. É, Lu… Já vi que nossos hábitos alimentares só combinam quando se trata da D. Bosco…rs.

    Beijo

    PS: mas adoro risoto e adoro morango. Mas separados.

    😉

  3. Cirilo, quem gosta da combinação doce/salgado certamente vai gostar desse risoto. Mas, como eu expliquei na receita, ele é pra ser servido na mesma quantidade que você serviria o arroz branco. Se tentar comer uma pratada desse risoto, vai achá-lo enjoativo.

Comments are closed.