Piratas do Caribe 3 – No Fim do Mundo

Ficha Técnica

Pirates of the Caribbean: At World’s End. EUA, 2007. Drama. 168 minutos. Direção: Gore Verbinski. Com Johnny Depp, Orlando Bloom, Keira Knightley, Geoffrey Rush, Bill Nighy, Tom Hollander, Stellan Skarsgard.

O lorde Cuttler Beckett (Tom Hollander), da Companhia das Índias Orientais, detém o comando do navio-fantasma Flying Dutchman. O navio, agora sob o comando do almirante James Norrington (Jack Davenport), tem por missão vagar pelos sete mares em busca de piratas e matá-los sem piedade. Na intenção de deter Beckett, Will Turner (Orlando Bloom), Elizabeth Swann (Keira Knightley) e o capitão Barbossa (Geoffrey Rush) precisam reunir os Nove Lordes da Corte da Irmandade. Porém falta um dos Lordes, o capitão Jack Sparrow (Johnny Depp). O trio parte para Cingapura, na intenção de conseguir o mapa que os conduzirá ao fim do mundo, o que possibilitará que Jack seja resgatado. Porém, para conseguir o mapa eles precisarão enfrentar um pirata chinês, o capitão Sao Feng (Chow Yun-Fat).

Mais informações: Adoro Cinema.

Comentários

4 estrelas

Pirats do Caribe 3 - No Fim do Mundo Piratas do Caribe me surpreendeu – não agora, no terceiro filme, mas no primeiro, A Maldição do Pérola Negra, que recusei-me a pagar para ver no cinema por acreditar que era uma rematada besteira. Afinal, o que se poderia esperar de um filme feito para divulgar um brinquedo com o mesmo nome, do parque de diversões da Disney?

Quando o vi na televisão, descobri que sim, é mesmo uma rematada besteira – mas divertida, bem produzida, com doses de ação, humor e aventura, além de ter o Johnny Depp numa interpretação fantástica. Valeria cada centavo gasto no cinema. Obviamente, assisti a O Baú da Morte e No Fim do Mundo na telona.

Sim, são filmes caça-níqueis, escorados no sucesso do primeiro, que deu mais certo do que se poderia imaginar. Sim, existe muita pirotecnia e pouca profundidade. Piratas do Caribe é puro entretenimento, e é muito bom nisso.

Embora sejam três filmes, a história é a mesma: as peripécias de Jack Sparrow e seus, err, “parceiros”, unidos mais pelo oportunismo do que por amizade ou lealdade – afinal, não se pode pedir tais coisas de piratas e das pessoas que a eles se aliam.

No primeiro filme, Sparrow perde seu navio, o Pérola Negra, para o capitão Barbossa, que o rouba na tentativa de libertar sua tripulação de uma maldição que só será quebrada se um tesouro for restaurado. No segundo capítulo, já de volta ao comando do Pérola Negra, Jack descobre ter uma dívida de sangue com Davy Jones, o capitão do temido Holandês Voador. Para burlar a dívida (O quê? Pagá-la? Náh, não o Jack Sparrow), é preciso apoderar-se de um misterioso baú que dá ao seu possuidor o controle sobre Davy Jones.

O terceiro episódio (filmado simultaneamente ao segundo) mostra o poderoso Holandês Voador nas mãos da gananciosa Companhia das Índias Orientais, que pretende banir a pirataria. Faz-se necessária a reunião dos nove maiores piratas dos mares para derrotar a Companhia e o Holandês. Novamente, Jack se vê às voltas com Davy Jones.

Em meio a tudo isso há romance, traição, uma vidente, uma lula gigante – o Kraken – e muita, muita maquiagem e computação gráfica.

No Fim do Mundo, apesar de ser o mais longo dos três, sustenta-se bem. Se não é tão bom quanto o primeiro capítulo, dá um banho no segundo, que sofreu com a falta de um enredo interessante o suficiente para prender o público por 145 minutos. No Fim do Mundo tem um ótimo roteiro, cheio de seqüências de ação alternadas com diálogos tão ágeis e propositadamente confusos que é preferível divertir-se com o contexto geral a tentar seguir cada palavra.

Jack Sparrow, a alma do filmeÉ verdade que o filme poderia ter uns 20 minutos a menos. O início é particularmente arrastado e faz o espectador concentrar-se num único pensamento: “Cadê o Jack Sparrow?!”. Convenhamos: Keira Knightley é fraquinha. Falta-lhe carisma para desempenhar cenas mais longas. O par romântico formado por ela e Orlando Bloom também não é dos mais eletrizantes. O que sustenta o sucesso de Piratas do Caribe e justifica suas continuações é o talento estupendo de Johnny Depp, quase irreconhecível por trás de cabelos emaranhados e penduricalhos variados.

Depp, aliás, é um verdadeiro camaleão. É difícil acreditar que o protagonista de Piratas do Caribe seja o mesmo ator de O Libertino e Em busca da Terra do Nunca. Isso para não mencionar suas atuações no delicado Chocolate e na comédia melancólica Edward Mãos-de-Tesoura. Johnny Depp é o cara. Quando não está em cena, Piratas do Caribe perde 80% da graça.

Outra excelente atuação é a de Bill Nighy que, mesmo escondido pela computação gráfica usada para criar a aparência repulsiva de Davy Jones, consegue transmitir emoções intensas apenas com o olhar.

No Fim do Mundo soluciona todas as pendências dos filmes anteriores. Conta histórias demais e exige uma boa dose de atenção para que o espectador não se perca no meio do caminho. Reafirma o papel de anti-herói que cabe a Jack Sparrow que, mesmo quando faz um ato de aparente bondade, está apenas cuidando dos próprios interesses. Também dedica uma boa atenção aos coadjuvantes: Will Turner assume de vez o papel de mocinho, Elizabeth Swann é a mimada-de-bom-coração, Davy Jones e Tia Dalma são mais desenvolvidos.

O terceiro episódio da saga provoca menos risadas que seu antecessor; por outro lado, tem um roteiro muito mais consistente. Para quem achava que este seria o último capítulo da série, fica a dúvida: será que a Disney se contentarão com uma trilogia? O gancho para um quarto filme foi criado.

Além da Tela

A lenda do navio Flying Dutchman, ou Holandês Voador, existe muito antes do cinema, remontando ao século XVII (época em que é ambientado Piratas do Caribe), quando um navio teria tentado dobrar o Cabo da Boa Esperança, no sul da África, enfrentando uma tormenta descomunal.

Algumas versões dão que o capitão do navio fez um pacto com o diabo para que ele e sua tripulação sobrevivessem, prometendo-lhe a própria alma; outras contam que ele prorrompeu em blasfêmias e, ouvido por Deus, foi condenado a vagar pelo Cabo por toda a eternidade; outras, ainda, atribuem a maldição a um jogo de dados entre o Capitão e o diabo, valendo a sobrevivência do navio – o capitão teria ganhado mas, por usar dados viciados, teria sido condenado pelo diabo a vagar pela eternidade, junto com sua tripulação.

A lenda resultou em vários livros, cada qual dando seu próprio colorido à história: The Phantom Ship (1839), de Frederick Marryat; Aus den Memoiren des Herrn von Schnabelewopski (1833), de Heinrich Heine; e The Flying Dutchman on Tappan Sea (1855), de Washington Irving são exemplos. O nome do capitão varia segundo a versão do mito: : Bernard Fokke nas primeiras narrativas, Hendrik Van der Decken (para Marryat), Ramhout van Dam (para Irving). Há, ainda, uma ópera em três atos, inspirada na história de Heine e composta por Richard Wagner: The Flying Dutchman (1843).O Kraken

O Kraken – a lula gigante que causa terror em O Baú da Morte e também marca presença em No Fim do Mundo – é um ser fantástico da mitologia nórdica, cuja força é tanta que pode destruir qualquer navio, não importa o seu tamanho. Também é descrita como um polvo gigante com traços de crustáceo, ou como uma serpente marinha. O monstro também está presente na mitologia greco-romana.

Calypso, na mitologia grega, era filha do Titã Atlas. A ninfa, apaixonada por Odisseu (ou Ulisses, em latim), promete-lhe a imortalidade caso ele se decida por ficar para sempre ao seu lado, na ilha de Ogygia; como ele se recusa, ela o aprisiona na ilha por sete anos, até que Athena intercede por Odisseu junto a Zeus, que envia seu mensageiro Hermes para convencer Calypso a libertar seu amado.

Referências

13 thoughts on “Piratas do Caribe 3 – No Fim do Mundo

  1. Bom dia, Lu!!!
    Na verdade, agora, só estou comentando para registrar a visitinha, eu comecei a ler o post mas não tive coragem de terminar… hahahah… é que eu ainda não assisti o filme mas estou querendo. Marquei o post para voltar aqui e ler direitinho quando tiver assistido.

    Beijinhos!!!

  2. Menina, quanta informação num post só. Nesse você caprichou!

    Sabe, eu sou louca por cinema, de todo tipo. Mas adoro cinema pipoca e adoro o Depp. Daí que esse é o ano do três. E achei Homem-Aranha 3 uma porcaria. E mesmo sendo fã de Piratas, desde o primeiro que vi no cinema por acreditar que Depp sempre escolhe bem, fui meio sem esperanças ver o 3 e adorei! Adoro as cenas cheias de Jack Sparrow!

    E sim, adorei as informações além da tela que você passou. Outra coisa, para quem não sabe quem é o Bill Nighy, ele é o cantor engraçadíssimo de “Simplesmente amor”.

    E quero opinar sobre o blogroll. Adoro o blogroll!…rs. Sempre clico nos blogs indicados, até porque acho que quem eu gosto de ler tem bom gosto. E descobri uns mil blogs por meio dos blogrolls.

  3. Eu nem liguei para o primeiro filme quando passou no cinema e quando, por acaso, comecei a assistir na televisão, não consegui desgrudar da tela. Esse filme é demais! Ainda não vi o segundo, nem o terceiro, mas estão na minha listinha. Realmente, Johnny Depp / Jack Sparrow é o cara. Mas até a Keyra Knightley me surpreendeu positivamente e eu adoro o Geoffrey Rush (vocês precisam ver o filme da biografia do Peter Sellers em que ele interpreta o próprio). Orlando Bloom… não me convence muito, mas até que manda bem. Muito legal a sua pesquisa sobre as lendas citadas nos filmes, enriquece muito a experiência de assisti-los. Ah, obrigada por seus comentários aos meus comentários e me desculpe por ainda não ter retribuído a gentileza.

  4. Sinceramente, sou fã dessa série!

    Adoro Piratas do Caribe, tenho o 1, o 2 e o 3 aqui. Já assistí todos no mínimo 3 vezes, o 1 então, mais de 5 vezes!

    Muito bom essa série, vale a pena!

    O Johnny Depp é uma figura, trabalha muito bem!

  5. Se vocês gostam tanto assim do Johnny Depp, assistam o seriado Anjos da Lei ou “21 Jump Street” que passou na Globo, acho que no final dos anos 80.

    abraço

  6. Eu adoro piratas do caribe sou muito fa dos filmes
    Adorei piratas do caribe no fim do mundo
    Tenho o filme piratas do caribe 1 e o 2 só falta o 3 para completar a coleção
    Adoro piratas do caribe principalmente o capitão Jack
    Sparrow
    piratas do caribe
    o maior filme de todo o mundo

  7. eu so fa numero 1 de piratas do caribe ja assisti o 1 o 2 e o 3 toos eles sao D+ sem contar que jack sparrow (johnny depp) e um otimo ator. Quando lancaram o primeiro filme eu quase nem liguei poque era novomas quando comecaram a falar do filme na minha escola eu nao parava de falar de piratas do caribe agora estou triste porque will turner(orlando bloon)morreu e e o novo capitao do flying (navio fantasma)so podendo ver elizabeth (keirA KNIGHTLEW)um Dia apos 10 anos

  8. todos os filmes foram otimos ,todo os atores sao maravilhosos principalmente o trio ivensivel ,mas piratas do caribe 3 tabem e bom mas tem algo que nao me agrada e o orlando ter morrido ,no quarto filme ele deveria voltar para ficar com elisabet,achei um absurdo eles nem temtarem colar no quarto filme orlando ,se ele nao estiver nos prossimos filmes eu vo deixar de ser a fa que eu sou ,por que apesar de jack ser o melhor ator ,nao vai ser a mesma coisa sem nao so o orlando mas qualque um do s tres do trio que nao tiver presente.

  9. aaaaaaaaaaaaaaammeiiii todos os 3 filmes agora to loka q saia o 4,,,,,,,,,,,,,achei muito bom os filmes

  10. ah!!!!!!! o will tem q ficar com a elizabete,,pq o amor deles é tão bonito e o will é 1 gato tambem ,,eu queria que no 4 eles ficassem juntos,,eo jack é uma laje eu adoro o jeito dele é muito engraçado eu amo PIRATAS DO CARIBE e eu quero que o 4 seja melhor ainda do que o 3 mas eu falo de novo o will tem que ficar com a elizabete pq nunca vai ser a mesma coisa o filme sem o eroismo do will,elizabete e do jack,eu acho q eles deveriam continuarem a fazer seus eroismos juntos!!!!!!!!!! se alguem quiser falar comigo a respeito do filme meu orkut é ***mariane scherer***,e meu e-mail é mariane_scherer@yahoo.com.br e meu msn é marisouloira@hotmail.com.br bjokkas

  11. Cara, euadorei todos as séries dos piratas do caribe, esses films são tdb! é show! os melhores filmes que já vi em toda minha vida, sinceramente, queria que o amor da elizabeth swan(keira knightley) fosse o capitão jack sparrow (johnny depp), mas ela preferiu o will turner, mas acho que ela tem uma quedinha por jack!é claro que tem,se ela não tem tomara que jack arranje um amor,se não… tomara que fique com elizabeth! e o will, sei lá !rsrs…aiiiiiiii! chega de falar, só sei que esse trio é fantástico,principalmente jack! eu amo d+ ele homem, esse Deus grego!rsrsrs…ula lá…

  12. amigos sou super fan do piratas do caribe,tenho todos em blu ray,se o filme ja e 1 espectáculo imagine em blu ray? tenho 1 tv de 42 polegadas plasma panasonic hd e 1 playstation 3.adoro davi jhones,ri diversas vezes no 2 e no 3. o capitão babosa,e ator espetacular ri inumeras vezes com ele.se vc e fan entre em contanto comigo.vamos falar do filme e muito mais. realmente 1 super produção da disney. edibezerrabezerra@yahoo.com.br

  13. Eu tambem sou louca por piratas do caribe, ja fui ver no cinema o novo filme e ele nao me decepcionou! Muito legal o seu artigo sobre o filme, e sempre bom ler um pouco mais sobre o meu pirata preferido! 🙂 Fiquei sabendo que a HBOMAXesta passando os filmes, ja vou me preparar para assistir a todos! Beijos pra vcs e aproveitem! 😀

Comments are closed.