Pena de morte

Desde o último dia sete, data do assassinato bárbaro do menino João Hélio, de apenas seis anos de idade, dois assuntos dominam as atenções da opinião pública e são debatidos em todas as rodas: a redução da maioridade penal e a pena de morte.

Quase ninguém discorda da necessidade de se reduzir a maioridade penal, como forma de coibir a impunidade e diante do fato inconstestável de que muito antes dos 18 anos o adolescente já sabe o que é certo e errado e tem discernimento suficiente para escolher entre uma conduta e outra. Afinal, se aos 16 anos o jovem já pode votar e concretizar diversos atos da vida civil, como o casamento, nada mais justo que pague pelos seus crimes como qualquer adulto.

Já a questão da pena de morte é muito, muito mais polêmica. Defensores e críticos da medida defendem apaixonadamente seus argumentos. Nos últimos dias, tenho conversado com diversas pessoas, cada qual com convicções firmes sobre o assunto. Baseando-me nas opiniões predominantes, montei a enquete ao lado: Pena de morte – contra ou a favor?

Vote na enquete e, se desejar, deixe sua opinião nos comentários a este artigo.

Atenção – algumas regras para os comentários

  • Não comente sobre a questão da pena de morte em outros tópicos. Este artigo foi escrito exclusivamente para isso, então use-o.
  • Respeite as opiniões divergentes. Exponha seu ponto de vista sem ofender os demais. A riqueza da humanidade está na sua infinita diversidade em infinitas combinações (tm StarTrek).
  • Seja educado. Comentários que não sejam escritos com o mínimo de civilidade serão sumariamente apagados. Quem decide o que é “mínimo de civilidade” sou eu, obviamente (isso aqui é um blog, não uma democracia anárquica).
  • Não alimente os trolls.

13 thoughts on “Pena de morte

  1. Civilmente um menor na idade de 16 anos não pode realizar tudo o que deseja. Optar pela redução seria apenas empurrar o problema que é todo social. Daqui a pouco a maioridade passará para 14, depois 12 e aonde queremos chegar.
    Em alguns casos a lei dá suporte para antecipar a maioridade penal. Tudo vai depender do juiz e da qualificação do crime.

    Sou contra a redução e também da pena de morte.

    * Nossa! Que perrengue passou Lu!! Eu não teria estrutura! 🙄

    Bom carnaval!! Beijus

  2. sou a favor da pena de vida.
    “se o sujeito cagou, pisou na bola, tem que resolver aqui nao pode sair fora”.

    mas opiniao de radical.. ah, ta cheio de desordeiro no mundo, taca uma bomba e mata todo mundo. ta, essa nao conta.

  3. Lu,

    Realmente a morte do João chocou a sociedade.
    Sobre a maioridade penal, eu concordo em reduzir sim.
    A consciência de um jovem de 14 anos nos dias de hoje, é bem diferente que tempos atrás.
    Se ele já pode matar, então porque não responder por seus atos.
    Sobre pena de morte, eu sou contra por vejo que em países com pena de morte, não têm seus índices tão diferentes dos nossos.
    Creio que esses problemas que enfrentamos nos dias de hoje deve-se também ao mau exemplo lá de cima, a impunidade, e outros fatores sociais.
    Parabéns pela iniciativa de colocar o tema em discussão.
    abs

  4. Não concordo pois se ele fez errado em tirar uma vida, ou cometer um crime..

    Seremos nos certo em tirar a vida dessa pessoa?

  5. Sbre a pena de morte, eu sou contra, isso não se apoia em direito algum, é guerra que o Estado declara á um cidadão, ás leis mais justas, são akelas que todos proporiam e assumiriam o risco de cumpri-la.

  6. Eu acho que a pena de morte naum poderia esistir…
    porque tem muitas pessoas inocentes nessa…

  7. Acredito que a pena de morte é algo necessário, principalmente aqui no Brasil, posto que na própria Constituição Federal/88 diz que todos tem direito à vida, logo eu não posso retirar a vida do outro, posto que eu não faço para os outros aquilo que eu não quero que façam comigo, principalmente no caso em baila. E tem direito ainda, segundo à Constituição, à liberdade (então essa liberdade tem que ser exercida com responsabilidade respeitando o direito à vida do outro).

    E sobre a maioridade penal no Brasil, acredito eu isso só vai servir para superlotar ainda mais os presídios brasileiros, ou seja, só irá ter essa finalidade.

  8. eu acho pena de morte errado!
    ele pode ter tirado a vida de uma pessoa,mas nem por esse absurdo cometido a pena de morte se encaixaria
    eu axo q esse cidadão deveria ser reeducado,ser escutado por que motivos ele fez isso e ainda ter uma vida normal,pois concerteza aqueles que trabalham ganham seu dinheiro e concegui sobreviver sem ser na miseria,ele não vai precisar fazer algo tão absurdo…
    Eu axo que tudo pode ficar melhor se começar por ai e se o policiamento for bem exercido,não so naqueles lugares grandes como o RIO DE JANEIRO mas aqueles todos que também precisam de proteção.
    Se tudo começar por ai axo que algo pode dar certo.

  9. Sou contra a redução da maioridade penal, pois jogar adolecentes juntamente com outros criminosos de alta periculosidade é um erro. Cabe ao governo investir em programas de reeducação desses jovens, mas ao perceber que um jovem não tem solução, este deverá responder severamente por seus atos. Quanto a pena de morte soa a favor, desde que a justiça tenha dado todas as chances do réu provar sua inocência. Existem pessoas que são inrrecuperáveis e carregam o ódio em seu coração e não merece viver em socidade, tirando a vida de pessoas de bem.

  10. Não acho que a pena de morte seria a solução para reduzir a criminalidade do nosso país, mesmo porque temos exemplos de outros países em que há pena de morte e os índices de criminalidade são os mesmos, o que deve ser feito é uma melhoria dos nossos sistemas penitenciários e o cumprimento da nossa legislação, que existe mas que muitas vezes é esquecida, ou não é usada.

  11. Sou totalmente a favor. Sou porque senti na pele. Tenho certeza de que se um animal estuprasse e esquartejasse a filha ou ente querido de cada um, e não demonstrasse qualquer arrependimento (pelo contrário), todos, todos teriam a mesma opinião. Garanto a vocês que esse humanismo é lindo, mas até que se vê as escabrosidades de longe. Mal se remedeia com complacência apenas em contos de fadas.

  12. Já passou da hora da sociedade brasileira, como um todo, deixar a hipocrisia de lado. É muito dificil elencar as barbáries que ocorrem com tanta frequência e banalidade. Tirar a vida alheia é de uma facilidade de arrepiar. A sociedade brasileira tem que se conscientizar que o bem mais precioso do mundo é a vida humana. Nascemos, crescemos e nos multiplicamos. Nossa vida é cheia de desafioss e metas> Vamos alcançando estes objetivos e crescemos material e espiritalmente. Constituimos família, tentamos criar nossos filhos com dignidade. De repente, vem um animal, travestido de ser humano e nos rouba tudo isso, sem a menor cerimônia e menor sentido. Temos somente uma vida e ela é tirada de forma abrupta, brutal, covarde, sem arrependimento algum. Sou favoravel sim, à pena de morte. Não me venham, os hipócritas de plantão, dizer aquele velho chavão de que “cidades ou paises onde se adotam a pena de morte, a criminalidade não caiu”. Mentira. Não é consistente essa afirmativa. Pesquisem mais. Vejam como a India, por exemplo, trata traficantes e homicidas. Nunca ninguem pesquisou o tema de forma profunda. A afirmação vem de falsos moralistas que, insensíveis aos dramas do cotidiano, somente porque não são atingidos por esta babárie, que é extinção da vida humana de maneira cruel e covarde. Já passou da hora de se discutir o assunto a nível nacional. O cidadão que mata tem que ter a consciência que a sua vida também será tirada. A morte deste animal trará de volta a vida que ele ceifou?? Não. Mas terá a certeza absoluta que sua vida será para pagar a que ele tirou. Isso, sem falarmos no sentimento de alívio de que realmente a justiça foi feita.

    A propósito, Nova York, a grande metrópole norte americana tem indice “ZERO” de criminalidade.

Comments are closed.