Fondue de Queijo

O friozinho de julho pede fondue… Não sou fã do fondue de carne, que nada mais é que carne frita em imersão – normalmente,  encharcada e esturricada. Em compensação, não recuso os de queijo e de chocolate.

Resolvi me aventurar a fazer um fondue de queijo (o de chocolate já é meu velho conhecido), mas não queria usar aquelas massas prontas de supermercado. Com as dicas da minha amiga Andie, fiz um delicioso e do zero. Não é difícil, mas você precisa de paciência (e de braço, também).

Ingredientes

  • 400 gramas de queijo ementhal
  • 400 gramas de queijo gruyère
  • 2 xícaras (chá) de vinho branco
  • 3 colheres (sopa) de conhaque
  • 1 dente de alho descascado
  • noz-moscada ralada na hora
  • pão italiano cortado em cubos

Você também precisará de

  • panela para derreter o queijo
  • panela, rechaud (fogareiro) e garfos para servir o fondue

Preparo

Deixe os queijos e o vinho em temperatura ambiente.

Esfregue o dente de alho na panela que usará para fazer o fondue, e descarte-o.

Pique os queijos em cubos. Não é necessário ralar ou picar demais, mas facilita ter cubos pequenos,  do tamanho você usaria para uma tábua de frios.

Fondue de Queijo
No ponto para servir.

Leve ao fogo metade do vinho e parte dos queijos (um quarto, mais ou menos). Quando o vinho começar a ferver, baixe o fogo e comece a mexer (você não vai mais parar). Quando a mistura estiver derretida (ou quase), acrescente mais queijo. Prossiga até derreter tudo, sempre mexendo. Acrescente mais vinho conforme necessário.

Junte o conhaque, rale a noz-moscada sobre a panela, misture tudo e transfira para a panela que usará para servir o fondue. Leve-a imediatamente ao rechaud e mantenha a chama acesa, cuidando para não queimar o fondue.

Sirva com o pão italiano cortado em cubos.

Dicas e Complementos

Usei apenas uma xícara e meia de vinho. O restante, só precisei usar quando reaqueci a mistura. Tenha sempre vinho a mais, caso seja necessário reaquecer ou diluir o fondue, e não jogue vinho frio sobre o fondue quente – o vinho deve estar morno (vale aquecer no microondas).

Não use noz-moscada em pó – ela não tem um décimo do sabor da que você rala na hora.

Você pode fazer o fondue na panela em que o servirá, mas não recomendo. Primeiro, porque é melhor usar uma panela maior para mexer bem os queijos; segundo, porque a panela de servir geralmente é de inox, e você preferirá ter feito o fondue numa panela antiaderente na hora de lavar a louça.

O acompanhamento clássico do fondue de queijo é o pão cortado em cubos, mas você também pode experimentar:

  • palmito
  • batatinhas sem casca cozidas (a segunda melhor coisa – o pão sempre ganha)
  • tomates-cereja inteiros
  • palitos de cenoura

Não use um pão macio: ele se soltará do garfo e ficará preso na panela. O pão italiano é o ideal.

Enquanto você e seus convidados se servem, aproveitem para mexer o fondue: espetem o pão no garfinho e dêem uma passeada pelo interior da panela. Isso ajuda a misturar bem os sabores dos queijos e evita que o fondue queime.

Se estiver queimando, apague o rechaud e torne a acendê-lo quando a mistura esfriar.

O ementhal é um queijo amarelo e macio; o gruyère é mais duro, mais curado e com um gosto mais penetrante. A mistura deles resulta num sabor equilibrado e num fondue de textura mista: ele não fica homogêneo, por mais que você mexa, porque o gruyère não derrete bem (mas ele é essencial para que o fondue fique cremoso e saboroso) e separa-se facilmente do ementhal.

Sobrou fondue? Guarde na geladeira (na panela antiaderente); no dia seguinte, leve ao fogo com um pouco de vinho branco para derreter, adicione mais de noz-moscada se quiser e, quando o fondue estiver bem derretido, acrescente uma caixa (200 gramas) de creme de leite. Misture bem e você terá um delicioso molho de queijo para massas.

Curiosidade: a receita tradicional usa kirsch, um destilado de suco de cereja.

  • Tempo de preparo: 50 minutos
  • Grau de dificuldade: moderado
  • Rendimento: serve bem seis pessoas

6 thoughts on “Fondue de Queijo

  1. Lu, visitei o seu flicr por causa do #50desapegos e vi as fotos dos seus gatos e um deles é idêntico ao meu gato Freud! O amarelinho…. Inclusive tenho uma foto dele dentro de uma caixa de papelão, só que na caixa do meu estava escrito “pão de mel”. Ficou linda essa foto!!!

    Olha, adorei a sua receita e te congratulo por executá-la. Sempre compro meus fondues prontos porque as receitas têm uns queijos suuuper difíceis de encontrar aqui perto de casa e sempre calha de eu estar num momento mega preguiçoso e não querer ir a um supermercado mais longe. Mais sedentária que isso impossível, né?

    Um abraço!!!

  2. Eita, nem sabia que você tinha gatos, Marina! Aaaaaw, essa foto deve ser fofa mesmo! Minhas gatas se chamam (chamavam, uma morreu) Cacau e Mel, e não é que eu tinha uma caixa de um biscoito de Cacau e Mel?? Mas não consegui nenhuma foto boa na época.

    Ementhal e gruyère normalmente só se acham em supermercados maiores, mesmo. Os de bairro ou as padarias nem se dão ao trabalho.

Comments are closed.