A Rainha

Ficha Técnica

The Queen. Inglaterra/França/Itália, 2006. Drama. 97 minutos. Direção: Stephen Frears. Com Helen Mirren, Michael Sheen, James Cromwell, Sylvia Syms, Paul Barrett, Helen McCrory.

A notícia da morte da princesa Diana se espalha rapidamente pelo mundo. Incapaz de compreender a reação emocional do público britânico, a rainha Elizabeth II (Helen Mirren) se fecha com a família real no palácio Balmoral. Tony Blair (Michael Sheen), o recém-apontado primeiro-ministro britânico, percebe que os líderes do país precisam tomar medidas que os reaproximem da população e é com essa missão que ele procura rainha.

Mais informações: Adoro Cinema.

Comentários

Se você gosta da série The West Wing, não pode perder A Rainha: o filme é um verdadeiro The West Wing inglês, dando uma visão “de bastidores” dos dias subseqüentes à morte da princesa Diana.

A princesa de Gales sempre foi um fenômeno de popularidade ao redor do mundo, mas nunca foi bem compreendida pela família do seu ex-marido, o príncipe Charles. Sua morte prematura causou uma comoção sem precedentes no Reino Unido. Diana era um ícone por seu envolvimento em causas humanitárias, além de ser admirada pela beleza e elegância. Sua morte em 31 de agosto de 1997, aos 36 anos, transformou-a em mártir. A emocionalmente reprimida sociedade inglesa deu vazão a rios de lágrimas e intensas manifestações de afeto e luto dirigidas à princesa.

A Rainha Elizabeth II, ao invés de solidarizar-se com seu povo, isolou-se em seu castelo de verão. Não tendo especial apreço pela princesa Diana – considerada pela família real como espalhafatosa e indiscreta -, era incapaz de entender o motivo de tão desproporcional reação de seus súditos. O recém-eleito primeiro-ministro Tony Blair, por outro lado, tradicionalmente mais próximo das camadas populares, discursou pouco depois das notícias da morte de Diana, usando pela primeira vez a expressão “princesa do povo”. Nos bastidores, Blair tentava mostrar à Rainha a importância de romper o constrangedor silêncio e aproximar-se de seu povo, demostrando empatia por sua dor. É desses bastidores de que cuida o filme.

A Rainha Elizabeth II e Tony Blair, em cena do filmeHelen Mirren está absolutamente convincente no papel de Rainha Elizabeth II. Graças à sua brilhante interpretação, o filme ganha um ar tremendamente verossímel, quase de documentário. Não é à toa que o Oscar de melhor atriz coube a ela. Sem dúvida alguma, é uma das interpretações mais críveis da história do cinema, levando o espectador a “comprar” a idéia de que aquela personagem é, de fato, a verdadeira rainha.

O diretor Stephen Frears, mais conhecido pelo excelente filme Alta Fidelidade, faz um ótimo trabalho ao mesclar ao filme imagens reais dos últimos momentos de Diana, da tristeza coletiva e do cortejo fúnebre, contribuindo para o clima de realismo do filme.

Sem defender a postura fria e insensível adotada pela família real diante da morte da princesa Diana, A Rainha explica o comportamento da monarquia inglesa ao retratar velhos hábitos reais e contar um pouco da biografia da Rainha Elizabeth II, criada em meio à Segunda Guerra Mundial, uma figura austera, acostumada a reprimir seus próprios sentimentos pelo bem do povo e que encontra enorme dificuldades em aceitar que esse mesmo povo expresse-se tão intensamente. É o choque de gerações, o conflito entre passado e presente, monarquia e súditos, governança e emoção.

A Rainha conta, ainda, com pitadas bem colocadas de humor típico inglês e com uma bonita fotografia. Sem dúvida alguma, porém, o carro-chefe é a brilhante interpretação de Helen Mirren, digna de entrar para a história da sétima arte.

5 thoughts on “A Rainha

  1. ow eu to doida p ver esse filme! po, vi Letra e Música, muito engraçado! É comedinha romântica, mas faz a gente ver como os anos 80 foram ridiculamente engraçados e bons! recomendo! vi o trailer de “Maria Antonieta” e fiquei louca pra ver tb. beijos

  2. Lu, também adorei a Rainha. Ela e Pequena Miss Sunshine eram as minhas maiores torcidas para o Oscar, além do Labirinto do Fauno. Mas aí acontece que eu não vejo o Oscar :-c

    Mas o mais legal são mesmos os diálogos. Seja entre o Blair e sua mulher, o Blair e a Rainha e aquele acessor de imprensa dele que sempre o colocava por cima da carne seca.

    Mas a melhor cena é quando o Principe Philip fala sobre como resolver problemas, só caçando…rs. E a Rainha super roots dirigindo seu land rover, amei!

  3. Lu,

    Eu ainda não assisti este filme, mas está na minha lista.
    Não me lembro de ter assistido algum filme que mostrasse algo da Rainha da Inglaterra.

    Parabéns por este dia especial…

    abs

  4. Assisti ao filme neste último fim de semana, na rede Telecine, e ele é primoroso. Helen Mirren está simplesmente idêntica à rainha Elizabeth. Recomendo a qualquer um. Até porque trata de um assunto relativamente recente, que é a morte de Lady Di.

Comments are closed.