Urubu

Tem gente que se diverte intensamente quando pode dar uma má notícia. O porteiro do meu prédio, por exemplo.

– A senhora está indo fazer caminhada?

Não, criatura, eu vou a uma festa de gala às dez da manhã, vestindo short e camiseta de alça.

– Estou.

– Ah, tá. Quando voltar, passa na portaria que tem correspondência.

– Tá bom.

Já tinha colocado o pé pra fora do prédio, quando ouço o porteiro, novamente:

– Mas não é boa notícia, viu?

Claro que pensei o pior: um telegrama, um porteiro bisbilhoteiro, alguém morreu, é isso que ele vai me dizer!

– O quê?!

Passaram-se frações de segundo. Um sorriso debochado foi surgindo na cara do engraçadinho.

– É multa.

Informa o dito cujo, todo contente, como se dissesse que ganhei na loteria.

Eu, contendo-me pra não xingar o cidadão, só consegui retrucar:

– Sabe, esse seu comentário era completamente dispensável.

19 thoughts on “Urubu

  1. Meu papai, que está lá na minha ex-terra, Uberaba-MG é porteiro …

    Não gostei do seu tratamento hein :(( ? Fico imaginando se onde meu papai trampa, pensam assim das coisas que por ventura ele fale, sem maldade. Apesar que este ai merecia.

    Mas o sorriso, foi uma forma de amenizar a má notícia, pense assim 😕

  2. Aff…

    O porteiro do meu predio e MUITO fofoqueiro e intrometido!

    Morte aos porteiros! Rsrsrsrs

  3. eu cortava todas as caixinhas d natal, passcoa, dia do amig, dia do porteiro e dia do idiota tb…

  4. Esse porteiro não tem o que fazer, tadinho, se diverte com a desgraça alheia, pergunte se ele tem carro, eu duvido que ele conheça a paranóia dos pardais.
    “Pimenta nos olhos dos outros é refresco.”

  5. Olá!!!

    Eu nunca morei em prédios, mas algumas amigas têm histórias boas com porteiros.

    Sobre os filmes, o primeiro Bridget Jones tinha mais história, mas o segundo também é engraçado. Ainda não assisti Mar Adentro, mas o Menina de Ouro tem uma história real parecida (só que a boxeadora ainda está viva e eu não sei se a parte do técnico é verdade).

    Beijos

  6. Mas esse daí conseguiu superar, pois ele podia, pelo menos, te esperado você acordar, ver o sol…fala sério!

  7. … e começa o treino para longas caminhadas enquanto o carro fica na garagem… ele só quis incentivar!
    *hohohohohohohohohohohohohohohohoho*
    E falando nisso, tenho que retomar a minha!
    Informação completamente necessária!
    Beijo!

  8. Acabo de observar que a não ser que os nomes ai em cima, sejam “unisex” todos os comentários ( falando MAL DOS PORTEIROS ) foram feitos por mulheres…inclusive o post …

    O que as mulheres tem contra porteiros ?
    😮

  9. Esse porteiro é multimídia. Faz a noticia ficar emocionante. Dependendo da noticia, claro. Mas, pelo menos, virou assunto pra blog 🙂

    Adorei seu blog, by the way.

  10. Ih, Lu, pior meu pai que viajou e eu tive que passar lá na casa dele pra buscar as correspondências. Eu e o porteiro ficamos rindo uns 15 minutos porque o carteiro chegou na hora com CINCO multas pra ele!
    Não acabava nunca de sair multa da sacolinha do carteiro! kkkkkkk !

  11. Emocionante isso.
    Mas acho que a risada foi pra não chorar. Hoje em dia 99% das notícias que recebemos são coisas ruins! ;~

  12. Êba, quanta gente nova!!! Adorei!!! Vamos às respostas…

    Carlos Aquibo, nada pessoal contra porteiros. Se eu morasse em casa, provavelmente um visiznho teria me dado a multa e, se tivesse um comportamento semelhante, a história estaria aqui no blógui da mesma forma. :”>

    Ana, o antigo porteiro era muuuuuito fofoqueiro e se achava o dono do prédio. Inda bem que foi vigiar outra vizinhança.

    Rafael, posso até não cortar, mas também não colaboro mais!:P

    , é bem por aí – no $$$ não vai sair do bolso dele, então é muuuuuito engraçado…

    Cris, porteiros e vizinhos rendem grandes histórias! Quer dizer que “Menina de Ouro” tem um fundo de realidade?! Eu não fazia idéia!

    Mônica, “belíssima” realmente… Uma hora e meia de expectativa até pegar a bendita…

    Sa, acho que ele só não interfonou para o meu apartamento na hora em que a multa chegou porque devia achar que eu estava no trabalho.

    Claudia, o que consola é pensar que podia ser pior… morar em prédio SEM porteiro, por exemplo, seria bem pior…

    Marília, essa é uma forma de ver as coisas, hehehehehehehe! :d Sucesso com seu projeto de retomada de caminhadas – eu estou recomeçando pela enésima vez!

    Drika, e depois me falam “don’t shoot the messenger” – alguns merecem!

    Lili, aqui em Brasília temos radares de velocidade. Eu passei por um deles a 78 km/h, numa via cuja velocidade máxima é 70 km/h. Era de noite, sem movimento e o pé ficou pesado. Detalhe: há 7 km/h de tolerância – ou seja, fui multada por um único km/h a mais… :(( Ah, obrigada pelos elogios. 🙂

    Verena, praticamente um baú.

    Henrique, ainda bem que alguém se divertiu, não é? E muito obrigada pelo Copy & Paste! :))

    Claudia, obrigada! E sim, ao menos teve a vantagem de me dar material, hehehe.

    Kika, CINCO MULTAS?! Que que foi isso?! Pardal novo no meio do caminho?!

    Coeli, ruins ou inócuas. Boas notícias sempre demoram a chegar…

    Beijos a todos e voltem sempre! >:d<

Comments are closed.