Coleiras em gatos?

Cacau de coleira vermelha.
A coleira vermelha, linda!

Gateiros se dividem: alguns acham a coleira feia, incômoda e até perigosa para os bichanos; outros apostam no charme que ela acrescenta e sempre encontram um modelo fashion para seus gatinhos.

Opiniões à parte, a coleira é essencial se seu gato tem acesso à rua (nenhum gato deveria ter, mas tem gente que ainda não entendeu isso) e muito recomendável se você mora em casa, ainda que telada.

Num apartamento com janelas teladas, é quase impossível um gato escapar: no máximo, ele sairá até o corredor e rapidamente você já conseguirá colocá-lo em segurança novamente. Por outro lado, numa casa é mais difícil monitorar eventuais rasgos nas telas (porque, geralmente, a metragem é muito maior) e ainda há o perigo de seu alguém deixar a porta aberta “só um segundinho” pra fazer qualquer coisa – pronto, o gato escapa e em poucos metros está na rua. Assustado, ele pode se perder num segundo.

Se, num deslize, o gato sumir de vista, uma coleira indicará a quem o encontrar que ele tem dono e talvez a pessoa tenha paciência de procurar você pela vizinhança; se você mandar gravar seu número de telefone, uma boa alma pode resgatar seu bichinho e entrar em contato facilmente.

Abri mão das coleiras no dia em que a Cacau enganchou uma das patas dianteiras na coleira vermelha mais fofa que já vi. Ouvi um “ploft”, como se uma manga madura acabasse de cair dentro do meu quarto – era a Cacau deitadinha no chão, com cara de “o que tá acontecendo?”. Ela conseguiu enganchar a pata, mas claro que não conseguia se soltar. Fiquei preocupada que algo assim acontecesse na minha ausência e aboli as coleiras. Mas veja, moro em apartamento telado. Se morasse em casa, teria de render-me às coleiras com identificação.

Tem gente que acha que gato não se acostuma a coleira. Acostuma, sim! Pode levar alguns dias e, se você não ajustá-la o suficiente (o certo é deixá-la bem rente ao pescoço, de forma que apenas um dedo entre – também não vá exagerar e sufocar o coitado!), ele vai tirá-la no início. Com o tempo, ele esquecerá do adereço. Se você retirar o guizo que vem na maioria das coleiras, a adaptação é ainda mais rápida.

Segundo um estudo divulgado pelo Lifehack (em inglês) que acompanhou o uso de coleiras em 538 gatos por seis meses, 75% deles ainda as conservavam após esse período; poucos deles tinham se machucado em função das coleiras, e nenhum machucado foi sério. Fica claro que os bônus compensam os ônus – e, vamos combinar, os felinos podem ficar ainda mais charmosos com uma coleira bonita.

E você, o que acha das coleiras? Seus gatos usam?  Como foi a adaptação?

(Em tempo: seria ótimo que tivéssemos, no Brasil, a opção de inserir um microchip identificador nos animais de estimação. Soube de um projeto semelhante em São Paulo, a um custo alto; aqui em Brasília, nem adiantaria identificar os animais, pois não há equipamentos de leitura desses microchips.)

24 thoughts on “Coleiras em gatos?

  1. Oi Lu, eu particularmente não gosto de coleiras para os bichanos, com guizo entao acho uma judiação, imagina vc ficar ouvindo aquele tilintar o dia inteiro? Sem contar que rola sempre disso de prender a pata ou se enganchar em alguma coisa. Os meus nunca usaram, mas tb moro em apartamento, não sei se mudaria de ideia se morasse em casa.
    Abraços

  2. Eu queria muito colocar um chip nos meus gatinhos, mas não tem lógica em Brasília…

  3. Eu não queria colocar coleira na minha gata porque não gosto. Acho feio, atrapalha para tudo e ainda achata o pelo. Mas no final do ano vou passar férias na casa dos meus pais e…bom, é casa e não é telada, ou seja, a coleira será uma necessidade.
    O problema é encontrar a coleira certa. Eu comprei uma linda, comprei a plaquinha, mandei gravar, etc e tal, mas…ficou enorme! Que raiva que me deu! Agora tenho que comprar outra. Enquanto isso a gata fica sem a coleira (já que moro em apto telado).

  4. @Kelly, o guizo é mesmo uma tortura!

    @VBN, ainda estamos muito atrasados aqui…

    @Mica, lembre-se que sua gata vai estranhar muito o novo ambiente e isso aumenta as chances de ela sair pelo mundo e se perder, já que a casa não tem tela. Mantenha-a sob sua supervisão o tempo todo, mesmo com coleira, ok?

  5. Lu,

    Faz algum tempo que eu coloquei nos meus, nos seis. Tirei o guizo para não ficar atormentando os pobrezinhos, né… rsrsrs
    Eles levaram alguns dias para se acostumar, mas foram poucos. Eu já havia comprado uma antes, mas ela era rígida e eu não gostei, acabei tirando. Essas últimas eu comprei da Adote Um Gatinho e elas são um pouco elásticas. Assim, eles podem até enfiar as patinhas, mas elas não ficam presas.
    Como eu moro em casa, acho importante usar. Eles não saem, mas vai que conseguem escapar em algum momento (toc, toc, toc na madeira!!!!)… preciso ter cuidado, né. 😉

    Beijos!!!!
    Cris

  6. Lu, quando tive a Dot, sempre a deixava de coleira. Ela usou desde o primeiro dia em casa e nunca aconteceu nenhum problema como prender a coleira ou se machucar.

    Apesar de, no início, morar em casa, nunca deixei que fosse sozinha pra rua. Os passeios na frente da casa eram com coleira e guia pra não ter risco de fugir. Muita gente estranhava quando a via assim, mas ela gostava, tanto que quando eu pegava a guia ela vinha perto pra colocar e andava bem direitinho!

    Só não consegui mesmo deixar aquele guizo na coleira. Se eu, ouvindo só algumas horas, já ficava irritada, imagina ela escutando o tempo todo!

  7. Tentei uma vez colocar coleira em uma gata, mas ela se debateu tanto, que chegou a enroscar a pata na coleira, numa tenttiva desesperada de arrancá-la e quase quebrou o braço. Não acho que gatos (ao menos, os vira-latas) sejam feitos para isso.

    Parabéns pelo blog. Gostaria de convidá-la para conhecer o meu: http://www.gatopolis.com.br

    =)

  8. Recebi um folder e procurei na net e achei o link, acho ótimo que essa empresa esteja se organizando para centralizar a leitura dos microchips
    http://www.backhome.com.br/busca/animal/

    A coleira ideal para gatos é aquela que é elástica, que dá chance do gato se desvencilhar caso fique enganchado em algum lugar, assim não machuca nem enforca o animal em casa de acidentes.

  9. Ai eu acho super bonitinho, mas o meu medo é esse de se enroscarem. Eu tentei a um tempo atras quando só tinha o Pedro, mas tinha guizo e ele não queria ficar de jeito nenhum.. Quem sabe mais pra frente eu não tente novamente..(claro, dessa vez sem guizo)
    bjkos

  10. @Cris, as melhores coleiras são mesmo as que têm elástico. Eu é que fiquei cismada com a falta de jeito da minha laranja.

    @Renata, uma amiga minha tinha uma gata que a-do-ra-va passear de coleira na rua! Era só sacudir a coleira e a gata já queria enfiar o pescoço nela e sair por aí! Aparentemente, alguns gatos têm espírito de cão. 🙂

    @Manda-Chuva, tudo é questão de hábito. Acredito que um ou outro gato não se acostume, mas eu mesma nunca vi (muito menos a ponto de “quase quebrar o braço”). Além disso, não vejo por que a raça (ou falta dela) influenciaria nessa questão.

    @Letícia, bem lembrado: coleiras de gato devem ser elásticas, ou pelo menos precisam ter uma parte de elástico. Existem modelos fofos e baratinhos em petshops.

    @Bia, a adaptação com a Mel levou vários dias, mas depois disso eu podia até trocar o modelinho sem que ela estranhasse. Ficava linda de coleira rosa, parecia a Marie da Disney. 🙂

  11. Assim como alguns cães têm espírito de gato. O da minha irmã anda com mania de se esfregar nas nossas pernas, do mesmo jeito que a gata fazia. 🙂

  12. Minha gata Madelaine passeia de coleira. Ela usa uma coleira de cachorro mesmo, mas que prende em dois lugares – no corpo e no pescoço. Nós não vamos na Rua porque ela tem medo dos carros, mas andamos tranquilamente no condomínio onde eu moro, principalmente a noite (horário predileto).

  13. tenho uma gata balinesa chamada boluda ela tem uma coleira roxa logo que cheguei da rua com a coleira dela tirei o guizo e coloquei ela nem se incomodou

  14. Eu coloquei no meu gato desde nanico haha no inicio ele se atrapalhava, mas depois esqueceu e hj em dia ta nemmmm ai para coleira.bjo ps:coleira roxa tb kkkkk

  15. Não gosto, acho muito perigoso, eles podem se enganchar em alguna coisa….

  16. Olá…. então, uma amiga q mora nos EUA me mostrou alguns modelos de coleiras específicas para gatos vendidas lá q possuem uma travinha de segurança que quebra cm o peso do gato, para o caso dele se enroscar em um portão, por exemplo. Esse medo é maior do q o dele prender a pata na coleira. Mas estou fazendo uma busca em sites do BR e ainda não achei produto semelhante. Sabe de algum lugar onde eu possa encontrá-las?

  17. @Flávia, não sei e nunca tinha ouvido falar desses modelos. O que se usa no Brasil são coleiras de elástico, para que o gato consiga se desenroscar simplesmente puxando a coleira.

    Eu nem confiaria num mecanismo que dependesse do peso do gato – afinal, existem gato de 2 a 12 quilos, e até mais (ou menos).

  18. Lu…entao achei essa coleira com trava de segurança na smartpet.com.br tem alguns modelos, comprei uma que brilha no escuro e é refletiva…a marca é da Rogz.com…tem o site deles tb pra vc dar uma olhada. Tem ajuste de tamanho do pescoço e peso do gato. Coloquei na minha pequena…ela ficou enlouquecida, correndo e se lambendo acho que é por causa do pingente de identificação que coloquei, acho que fica balançando, ela acha que é um bicho sei la…vamos ver…vou levar ela pra casa da minha mae pois vou viajar, e tenho medo que ela fuja…nao vou tirar a coleira ela tem que se adaptar…vamos ver, foi o primeiro dia hoje…depois eu conto como foi!

  19. Eu adoraria que a minha gatinha usasse a coleira, acho um charme. Mas ela não se acostuma, fica andando pra trás igial uma louca, ou fica pulando, dando saltos mortais tentando fazer com que a coleira saia, então acho muita judiação e não insisto, mas vou continuar colocando e observando até ela se acostumar.

  20. Tenho uma gatinha LUA..ELA SEMPRE FKOU DE COLEIRA…
    MAS GOSTARIA DE ENCONTRAR UMA K TIVESSE LUGAR PRA IDENTIFICAÇÃO ..SE VCS SOUBEREM ME ENVIA ENDEREÇO PRA K EU POSSA COMPRAR…BOA..BONITA E BARATO.

  21. Tenho muito medo de usar coleiras. Tentamos colocá-la em nosso gato e no dia seguinte deparei-me com a imagem dele, que estava com a coleira presa nos dentes da parte inferior da mandíbula, babando e com a pata igualmente presa. Ele estava com a face inchada e assim que removi a coleira ele não conseguia fechar a boca, nós imaginamos que provavelmente ele ficou a noite toda nesta situação e minha única reação após a remoção da coleira foi chorar…Achei que o perderia, por recomendação médica demos uma gotinha de um medicamento para dor, ele dormiu o dia inteiro no meu colo, e assim que acordou (graças a Deus), foi comer sua ração. Por isso recomendo que caso tenham essa ideia monitorem seu gatinho.

  22. Apesar de desejar que minha gata fique de coleira com a identificação (pois ela sai na rua), tive 2 problemas com a coleira: primeiro, o que ocorreu com o gato da Bianca, que comentou acima – 2 vezes a coleira enroscou na boca da gatinha. Segundo, ela pulou de uma altura de 1m mais ou menos e a coleira enroscou num ganchinho, minha gata ficou pendurada pela coleira por 1 segundo e logo saiu da coleira – a coleira ficou lá pendurada e minha gata, muito assustada. Acredito que eu tenha deixado a coleira muito frouxa no pescocinho dela… Fiquei com muito medo de colocar a coleira de novo e algo acontecer quando eu não estiver perto. Obrigada pela dica de apertar a coleira até sobrar um dedo.

  23. olá? eu amo minha gatinha ela ainda vai completar 3 meses e desde ja coloquei uma coleirinha nela e ela ja aceitou so que eu nao sei como segurar ela dentro de casa ate completar 6 meses para ser castrada,como fazer,coloca-la na corrente?preciso de uma orientaçao para cuidar melhor da minha frida!!! amei as informaçoes acima.

    1. Você já pode castrar a gata, não precisa esperar os seis meses. Use telas de proteção para evitar que ela fuja e seja atropelada ou adquira doenças incuráveis – isso acontecerá mesmo ela sendo castrada, se você não telar.

Comments are closed.