Aí é demais!

Sabe, a pior coisa de Brasília no mês de julho não é a seca, que faz o nariz sangrar, os lábios racharem e a pressão arterial despencar.

Também não é a paisagem, com cara de deserto-que-um-dia-já-foi-verde.

Tampouco são as crianças lotando shoppings e infernizando consumistas como eu, que visitam esses templos em busca de paz espiritual no fim do dia e deparam-se com gritinhos, birras e correria.

Nem a saudade que bate dos amigos que estão aproveitando as férias em outros cantos.

O pior de Brasília, nesta época do ano, são os turistas absolutamente inconvenientes que brotam por aqui.

Realiza a cena: Esplanada dos Ministérios, hora de maior movimento. Um turista dirige b e m d e v a g a r z i n h o pelo Eixo Monumental, enquanto seu companheiro aproveita para fotografar o Congresso Nacional de dentro do carro mesmo. Um motorista local quase enfia a frente do carro na traseira do sossegado excursionista.

Olha essa outra: Praça dos Três Poderes, duas horas da tarde. Uma simpática senhora simplesmente PÁRA o carro NO MEIO da rua para, adivinha só?, isso mesmo, tirar fotos. Ela não parou na pista mais à direita que, aliás, já estava quase tomada pelos ônibus de turismo. Ela parou NO MEIO da rua. Visualizou?

As sortudas pessoas que estão de férias na Capital do Brasil parecem não perceber que aquilo que para elas é ponto turístico, para outras milhares não-tão-sortudas é local de trabalho e via arterial.

E, antes que me joguem tomates podres, não estou falando mal de todos os turistas, apenas dos “absolutamente inconvenientes”. Você não é um deles.

14 thoughts on “Aí é demais!

  1. amor, se quiseres, troco contigo a tua brasília de julho pela minha Porto Alegre em “tempo” de Fórum Social Mundial.

    Pense bem. Tudo sempre, sempre pode piorar.

  2. Olá!!!

    Ninguém merece esses turistas… Ainda bem que ninguém tem nenhum ponto turístico para conhecer aqui na Penha… Mas sabe que, outro dia, eu estava na Praça da Sé e tinha um grupo de turistas alemães, holandeses, suecos ou suiços, não sei… Só sei que eles eram bem branquinhos e loiros e não conversavam em inglês. Ninguém merece!!!

    Beijos

  3. Só vc mesma hein Dª Luciana…
    Deixa os turistas pra lá… rs

    Bêjo enorme… saudades de você!!!

  4. Oi
    Rs…turistas…ah, sou uma em potencial, com máquina em punho…rsrs…
    Sabe, nunca parei pra pensar se atrapalho alguém…coisa feia da minha parte, mas nas cidades “turísticas” a gente acha que pode tudo.
    Juro que vou pensar mais nisso.

    Obrigada pela visita…

    Beijos

  5. huehueheuhuhe, moro em Brasília tbm, é horrivel mesmo ter q aturar turista andando beeeem devagarinho e tirando foto até de poste.
    mas fazer o q neh…
    beijinhos

  6. Turistas são engraçados, isso sim!

    Aqui na cidade já presenciei vários deles tirando fotos de uma praça que estava em reforma! Pode?

  7. Conheço Brasilia relativamente bem, e sei bem do que voce está falando. É IRRITANTE! Mais ou menos como os carros que fazem fila dupla em uma das curvas mais perigosas da Lagoa no fim de ano para ver a árvore de natal do Brasdesco piscando de noite…

    Ps.: cheguei aqui pela lista wordpress. 🙂

  8. Lu, já fui uma turista dessas ai em Brasilia…Não cheguei a parar no meio da rua, mas andei b e m d e v a g a r i n h o, pela esplanada ao meio dia!…rsrs

    Beijus

  9. Alguma vantagem tem que ter em morar na megalópole horrenda… ninguém vem aqui, para piorar o tumulto de base!

  10. Como fazemos idéias erradas de lugar que não conhecemos.
    Nem fazia idéia que em tin ha turismo em brasília. Acho que penso isso por não tenho vontade de conhecer. Entretanto moro numa cidade turistica litorânea e concordo com vc que turistas são um saco.

    Seu blog é legal. apesar de não estar de folga, para falar a verdade eu nem deveria estar aqui.

  11. Lu, quando eu for a Brasília vou me lembrar do que vc disse e NÃO vou fazer igual, rs

    Bjos!

Comments are closed.