Quem Quer Ser um Superpanaca?

Você acha que, depois de Super Pop e Big Brother Brasil, já viu o que de pior existe na televisão? Acredita que a televisão brasileira é um lixo e que qualquer outro país tem programas melhores?

Então, veja Who Wants to Be a Superhero? e mude de idéia.

Tive o desprazer de esbarrar nesse reality show dia desses. O resumo da ópera é o seguinte: um bando de gente sem-noção fantasiada, fingindo com a maior cara-de-pau que tem superpoderes e cumprindo as mais estrambóticas “missões”. O comandante-em-chefe dessa bizarrice é o (até então) venerável Stan Lee – sim, o cara que criou alguns dos melhores super-heróis de todos os tempos: X-Men, Homem-Aranha, Demolidor, entre outros.

Não sei o que leva alguém como o Stan Lee, com uma carreira notável, a fazer um papel ridículo desses. Vacas magras, talvez? Desconheço, também, a causa, razão, motivo ou circunstância que leva doze pessoas aparentemente saudáveis mentalmente a aparecerem para milhares de pessoas trajando roupas que envergonhariam o Super-Homem.

A pior parte é que, pelo visto, o programa fez sucesso, já que o SciFi Channel – canal que produz o reality show – já está montando a segunda edição. Portanto, não fique triste se não descobriu essa “pérola” a tempo (a Sony transmite para o Brasil o último episódio esta noite), logo terá a chance de acompanhar uma temporada novinha em folha. Santa babaquice, Batman.

13 thoughts on “Quem Quer Ser um Superpanaca?

  1. Ah fala sério!!!

    Se você não sacou qual é a do programa é porque realmente não entende nada de quadrinhos ou de Stan Lee.

    E, não entendendo, não tem o direito de falar quem é, ou deixa de ser, venerável.

    Você não entendeu….

  2. É uma tremenda sátira….rs acho que você levou a sério demais…
    Por acaso já viu algum INVENTORS ????
    É uma sátira descarada do American Idol, onde os caras apresentam invenções (sempre toscas) e ainda cantam e dançam… é ridículo 😆
    Beijão

  3. Virxemaria, tenho medo desses programas que viajam demais na realidade.
    Embora ache o Ídolos (aqui do Brasil) totalmente HILÁRIO. 🙂

  4. hummmm… mas nao eh ao menos engraçado? pateticamente engraçado? ridiculamente engraçado? nada se aproveita? ehehehe

    bjs

  5. Lu, vim aqui para lhe dizer, simplesmente, que AMO o layout do seu blog!!!!!!!!!
    Ainda não consegui parar para ler… mas que é bem organizado, ah!, isso é!

  6. Odeio todos os tipos de reality shows. não tenho paciência para assistir. nem os mais bizarros que atraem uma enorme audiência de curiosos. Sobre esse que você cita ainda não ví nenhum episódio. Fiquei sabendo sobre o ganhador da primeira temporada e que era um superheroi com um poder muito estranho, hehehehe. Mas, na TV tem espaço para tudo, até para as porcarias.

  7. Caraca esse Ang foi muito tosco … se ele entendeu o verdadeiro sentido da série, a essência da vida e o segredo do universo, que compartilhe conosco e não fique falando bobagem!

    Pela idéia da série, poderia ser mais engraçada. Acho que não foi bem bolada, mesmo sendo uma sátira.

    Abraço.

  8. Não compare a Super Pop e Big Brother Brasil, pois WWTBAS não se leva a sério. É tosca, mas sabe disso, ao contrário dessas outras.

    Não preciso falar muito aqui porque postei meses atrás sobre o programa, no blog com link no meu nome.

    O post é O que a TV aberta deveria comprar VI (ignore o primeiro parágrafo hehehe).

  9. Uma coisa eu tenho que admitir: o Feedback e o Stan Lee realmente levavam a sério demais o programa. Porém, de um modo geral, acho que o pessoal se divertia. hehehehe

    Comparar qualquer série com Monk é covardia
    Falou tudo. E dê chance sim ao Psych. Quem curte Adrian, curte Shawn.

  10. Já ia esquecendo, obrigadíssimo pela visita ao Televisado! Eu posto pouco mas posto de coração! ahuahuahuhauhauhauah

Comments are closed.