Project333 – Começando

Faz 5 dias que a edição outubro-dezembro do Project333 teve início. (Se você não faz a menor ideia do que estou falando, dê uma olhada no primeiro post.)

Separar as roupas foi uma tarefa mais fácil do que eu poderia prever. É bacana ver tudo pendurado, facilmente ao alcance, com espaço suficiente para que tudo seja visto e nada amasse. Esse, sem dúvida, é o maior ganho do Projeto – até o momento, pelo menos.

Project333 - out/dez 2012
As 33 peças de roupa (os colares estão no cantinho).

Agora, separar os acessórios foi uma outra história. Como eu tinha dito, flexibilizei o Projeto: no meu caso, sapatos não contam, e acessórios receberam um Project333 só pra eles. Mesmo com essa flexibilização toda, foi difícil quase a ponto de ser doloroso escolher apenas 33 acessórios para usar durante os próximos 3 meses.

Project333 - out/dez 2012
Os 33 acessórios (uma bolsa está pendurada, outra em uso).

O que me consola é que são só três meses, depois terei todas as minhas coisinhas de volta. Já é certo que, se fizer uma nova edição do Project333 (e pretendo), os acessórios ficarão completamente de fora. Livres, leves e soltos.

Uma coisa muito interessante foi ver as reações da turma que assinou o cursinho da Courtney Carver (a criadora do projeto) e está participando dessa edição quando mostrei as fotos acima. Várias moças comentaram sobre a quantidade de cores, disseram-se encantadas. Sim, adoro cores, não passaria sem elas. Isso viola a noção corrente do que seja um guarda-roupas minimalista: a maioria das peças em tons neutros, com apenas alguns toques de cor. No meu caso, é exatamente o contrário – mantive poucas roupas neutras, apenas o suficiente para diversificar as combinações.

Por outro lado, roxo, lilás e variações são meus “neutros pessoais”, ou seja, são cores que uso tanto, gosto tanto e estão em tantas peças que boa parte do meu armário gravita em torno delas. Isso sem dúvida contribui para a minha edição multicolorida do guarda-roupas.

Além dessa noção preconcebida de que um guarda-roupas minimalista é neutro, acredito que o fato de boa parte das participantes ser de países temperados ou frios contribuiu para o espanto delas diante da minha seleção. Afinal, elas farão o Projeto durante o outono, uma estação mais sóbria. De qualquer forma, penso que ninguém usa cores tão fartamente quanto os habitantes de países tropicais. O que você acha?

Eis a lista das peças que escolhi:

33 roupas

  • 4 saias
  • 1 short
  • 3 calças
  • 8 camisas/camisetas/blusinhas (“tops”)
  • 7 vestidos
  • 1 colete leve
  • 2 jaquetas esportivas
  • 1 casaco comprido de couro
  • 5 lenços/echarpes

São 32 peças, na verdade. A que falta é a do Ano Novo. Ainda não decidi se comprarei algo (abrindo uma exceção ao Ano Sem Comprar no finzinho dele), se usarei alguma roupa dessa seleção ou se resgatarei alguma peça que ficou de fora (a opção mais provável).

33 acessórios

  • 7 pares de brincos
  • 9 colares/pingentes
  • 2 anéis
  • 1 pulseira
  • 4 cintos
  • 5 arcos de cabelo
  • 1 presilha
  • 1 chapéu
  • 3 bolsas (sendo uma “de festa)

Guardar os outros trocentos colares e brincos foi a etapa mais penosa…

4 thoughts on “Project333 – Começando

  1. Eu aqui, usando menos de 33 peças (ao todo) há meses e morrendo de medo de participar do projeto! hahaha

    Adorei as peças coloridas! Que graça teria passar esse tempo só com tons neutros… Boa sorte! Beijo!

  2. Lu,
    então lê O Livro dos Códigos, do Simon Singh! Fala tudo sobre criptografia e é bacanérrimo. (Aliás, tenho a forte impressão que o Dan Brown também leu, rs.)

Comments are closed.