Minha Geladeira

A Liliana começou, o Janio continuou e eu também entro na onda. Apresento-lhe a minha geladeira (clique para ampliar):

Minha Geladeira

Minha Geladeira - Ímãs

Na época, custou exatamente uma viagem à Serra Gaúcha. Ou eu gelava em Gramado, ou gelava o iogurte,  a água, as verduras e tudo o mais.

A anterior era uma tal Bluesky, comprada por 400 reais no Carrefour e com uma única porta, com um congelador vagabundo dentro que mal comportava uma garrafa de vodca – isso quando estava sem as dezenas de camadas de gelo usuais. Coisa de quem vai morar sozinha e precisa mobiliar metade da casa de uma vez. Apesar dos pesares, resistiu bravamente por 5 anos e 2 mudanças.

A atual tem 4 anos e é linda-maravilhosa-salve-salve – e, obviamente, frost free. Esse tal de frost free, aliás, deveria entrar para a lista de invenções maravilhosas do século XX.

Na lateral, uma pequena coleção de ímãs. Alguns são recordações de viagens (as únicas lembrancinhas que julgo aceitáveis são ímãs e postais); outros são só gostos – destes, a maior parte veio da maravilhosa feirinha da Benedito (Alê, te devo essa – foi uma das melhores dicas de viagem que já me deram!).

Ah, você está se perguntando por que estou falando de geladeira? Senta que lá vem a história…

Um ônibus azul desgovernado resolveu dizer que quem divulga uma ação superbacana como a da Coca-Cola ao promover uma bebida nova é “blogueiro de aluguel”. A ação consistia no envio de uma geladeirinha e uma garrafa da bebida a 9 blogueiros selecionados. Foi simpática, bem bolada e não, não foi exigido nada em troca dos blogueiros. É claro que, se eu ganho uma coisa legal, vou falar a respeito. Blogs existem, entre outras coisas, pra falarem sobre o que é legal – seja um filme, um livro, um presente de aniversário ou um mimo enviado por uma empresa. Mas o tal ônibus azul resolveu encrencar, atacando irresponsavelmente os blogueiros agraciados.

Se quiser entender melhor o que aconteceu, siga os links:

Nesses textos, há outros links que dão mais informações.

Eu quero mais é que o ônibus azul se exploda ou, melhor ainda, vire fóssil. E que venham outras ótimas iniciativas como a da Coca-Cola.

(Eu nem ia escrever sobre o assunto, mas gostei tanto do meme da Liliana…)

17 thoughts on “Minha Geladeira

  1. ahahaha boa!
    tmb quero mostrar minha geladeira linda cheia de imãs de biscuit! ^^

  2. Ah, eu adoro ímãs!
    E já fui direto no *Friends*, no Renato Russo e em uma das obras que mais amo, *las niñas*, do Velasquez!
    Minha geladeira esteve capenga por esses dias, precisei trocar motor e etecetera, justo quando extraí os sisos, hora *boua*. Mas agora tudo são flores.
    Beijo e adorei o cabelo novo. Lindona.

  3. Minha geladeira é o retrato da minha virada materna. Mo lugar de imãs e endereços de pizzaria, fotos de aniversários de um ano e helps infantis. rs Quanto a polêmica sobre a coca-cola e o case com os nove blogueiros, só me resta dizer, os blogs não passam de reflexos do que vivemos no nosso dia-a-da, é sempre existe alguém. lá como cá, que se incomoda com o sucesso alhéio. É uma pena…

  4. Lu, este é o verdadeiro quente-frio: forno de microondas em cima, geladeira em baixo! 😀

  5. Emily, o meme é livre, entra na roda!

    Liliana, o prazer foi meu!

    marilyn, justo na época dos sisos, quando tudo que a gente quer/pode é sorvete?… Ainda bem que tudo se acertou. Ah, o cabelo está ao natural agora. 🙂

    carol, por um tempo, minha geladeira era super “clean”. Aí, o quadro magnético lotou e tive que apelar.

    Patricia, parabéns pela maternidade! 🙂

    Enoch, esqueci de mencionar isso no texto: na dúvida se o calor poderia dar problemas pra geladeira, passei um email pra Electrolux assim que a comprei. No dia seguinte, recebi uma ligação do SAC, tirando a minha dúvida – e a empresa subiu tremendamente no meu conceito, pela atenção demonstrada.

  6. Ah, e esqueci de falar:

    Lu, não sei teu tamanho, mas fiquei imaginando você subindo num banquinho toda vez que quer usar o microondas! Porque não procura um lugar mais próximo do chão?!? 😉

  7. Enoch, tenho míseros 1,61. Pra canecas, sacos de pipoca e pratos com coisas não-escorregadias, dá pra me virar na ponta dos pés. Operações mais arriscadas exigem a cadeira da sala. O caso é que não tenho outro lugar – casa pequena, cozinha americana, yada, yada.

    Paulo, obrigada! 😀

  8. Pingback: Geladeira

Comments are closed.