Mar de Tranqüilidade na Porto Fácil

Quem acompanha o Dia de Folga desde o início do ano viu o perrengue que passei com o antigo serviço de hospedagem. O traste da hospedagem anterior deixou o DF fora do ar por dias a fio, sem explicações razoáveis e sem demonstrar a menor boa vontade em tentar resolver o problema. No maior sufoco, mudei para a Reticencias.Net. Devo dizer que o tratamento por lá foi ótimo. Todos os problemas que a Delix Hosting causou – que incluíam a corrupção dos caracteres acentuados no banco de dados – foram resolvidos. O suporte foi atencioso e dedicado. O DF voltou ao ar.

Só que o Dia de Folga crescia continuamente, demandava recursos de processamento e começava a emperrar. A Reticencias.Net tinha boa vontade, mas não conseguia deixar o DF tinindo como eu queria.

Foi aí que o Janio e seu serviço de hospedagem, a Porto Fácil, socorreram-me. Expliquei-lhe os problemas que o DF vinha tendo, falei da lentidão, avisei que o DF consumia uma banda razoável de transferência. O Janio não ficou intimidado: “a Porto Fácil resolve, pode vir!”. E fui.

Hospede na Porto Fácil você também!Passaram-se exatos 5 meses e digo tranqüilamente: o Dia de Folga está muito, muito bem hospedado na Porto Fácil. De lá pra cá, o DF cresceu como nunca seria possível se eu não estivesse numa hospedagem confiável, com recursos folgados e com um dono experiente à frente.

Os planos de hospedagem da Porto Fácil são feitos na medida das necessidades do seu blog. No menor deles, que já atende à grande maioria dos blogs, você gasta menos de 1 real por dia.

Aí, você me pergunta: não é melhor contratar um desses serviços estrangeiros, que oferecem não-sei-quantos-gigas de transferência e custam 6 ou 7 dólares por mês?

Não, não é. Sabe por quê?

O suporte na Porto Fácil é em português e você fala com o dono

Quem não é especialista em informática não conhece o jargão e tem dificuldade para expor dúvidas e problemas até em português; imagina em inglês? Hospedando na Porto Fácil, você não precisa ter um dicionário de inglês técnico do lado quando quiser mandar um email para o suporte.

Nas empresas de hospedagem internacionais, o tratamento é impessoal. Na Porto Fácil, você fala com o dono. Claro que o dono tem todo o interesse em tratar os clientes com a máxima atenção, com rapidez e dedicação.

Além disso, você não precisa ter um cartão de crédito internacional para ser cliente da Porto Fácil. O Janio aceita pagamento por boleto bancário.

Transferência contratada é transferência garantida

Quando você contrata um desses serviços de hospedagem que prometem mundos e fundos (seja internacional, seja nacional), saiba o seguinte: aqueles gigas todos de transferência são apenas nominais. Não conte com eles, eles não correspondem à realidade.

Vários serviços de hospedagem abrigam centenas de sites no mesmo servidor, utilizando-o até a capacidade máxima. Esperam que os sites não cheguem nem perto de usar toda a capacidade. Bem, eventualmente, eles usam. O que acontece, então? Seu blog fica fora do ar, ou terrivelmente lento. Não importa se você tem direito a 1.000 gigas de transferência – ninguém vai conseguir acessar seu blog até o problema ser resolvido, o que pode levar um bom tempo.

Na Porto Fácil, você contrata o que, de fato, vai receber. A empresa abriga poucos sites e faz questão de continuar assim, crescendo de forma sustentável, sem colocar em risco a satisfação dos seus clientes.

O dono entende do riscado

E não digo isso só pela sua competência técnica, embora ela seja inegável, mas pela sua experiência prática: o Janio também é blogueiro. Usando o WordPress, ele está acostumado a lidar com as necessidades da plataforma. Além disso, domina a arquitetura dos temas (que ditam a aparência do blog) e dos plugins (acessórios) para WordPress. Isso quer dizer que ele sabe dizer quando um tema é inseguro, ou quando um plugin é mal construído e pode prejudicar o seu blog.

Mesmo que você não pretenda usar o WordPress para blogar (e eu fortemente recomendo que use), hospedar seu blog com alguém que também tem blogs é uma vantagem e tanto. Você não terá de explicar que blogs são, sim, importantes e que você não quer que o seu blog fique fora do ar. O Janio nunca pensará: “nossa, que criatura mimada, ela acha que o blog dela é mais importante que a empresa de fulano ou sicrano, que também usam minha hospedagem”. Para ele, não importa se você ganha a vida com seu blog ou se ele é um passatempo – se você contratar a Porto Fácil, o tratamento VIP está garantido em qualquer caso.

Eu recomendo!

Encontrar uma empresa de hospedagem honesta, confiável, experiente e que trate bem os seus clientes não é tarefa simples. A Porto Fácil preenche todos esses requisitos. Aproveite que ela está aceitando novos clientes e mude-se já para lá. A tranqüilidade que você terá é um verdadeiro “momento mastercard”: não tem preço.

Esta é uma resenha (mais ou menos) patrocinada mas, ei, o Dia de Folga está na Porto Fácil há meses! Estou falando de um serviço que uso e de uma pessoa em quem confio.

Agora, se você acredita que qualquer hospedagem baratinha está de bom tamanho, espere até precisar do suporte técnico e descobrir que ele não te escuta ou não te entende. Se, pior ainda, acha que um blogspot, um weblogger ou qualquer outra hospedagem gratuita atendem bem, espere só até querer colocar “aquele” recurso legal e descobrir que não dá, ou ter algum problema e não poder reclamar nem para o bispo ou, quem sabe, deparar-se com o encerramento do serviço.

13 thoughts on “Mar de Tranqüilidade na Porto Fácil

  1. Anda meio complicado encontrar hospedagem boa e no Brasil que não seja revenda pura ou disfarçada.

    Você falou que o suporte das internacionais é impessoal, e isso me causou uma leve discordância. Não que eu vá ao bar beber junto com o dono da DreamHost, mas eles sempre foram bastante atenciosos, corretos e (por que não?) divertidos.

    É importante que comecemos a ter soluções brasileiras para este tipo de serviço, visto que o acesso a um servidor na Califórnia é mais lento que um em Sampa. Não que as pessoas notem a diferença com facilidade; vai depender da conexão.

  2. Olha moça…sua propaganda foi boa!
    Apesar de estar a pouco tempo blogando… eu curti bastante e tudo que você disse fez muito sentido!
    Abraço e mais uma vez excelentes posts!

  3. Lu, realmente uma hospedagem paga é infinitas vezes melhor que uma gratuita e num host brasileiro é ainda mais.
    Se o Cris Dias não prestar seus serviços [no Vilago] com qualidade [o que acho pouco provável] já sei para onde correr. rsrs
    Xêro, querida, e excelente semana.
    😉

  4. Putz… isso sim é uma propaganda heim???

    De hoje em diante acredito que não vai ter mais gasto com hospedagem heim??? hehehe

    abração

  5. Gente, depois do sufoco que passei nas hospedagens anteriores, fico feliz em fazer propaganda para a Porto Fácil.

    Cirilo, o serviço que o Cris Dias presta à blogosfera com a Vilago é muito conhecido e de excelente qualidade, seu blog terá sombra e água fresca por lá por toda a eternidade. 🙂

  6. Bom … eu procurei..procurei e achei um, estrangeiro, HostIcan. Estou achando ótimo.
    Tá na lista de indicacao do WordPress..
    Qualquer probleminha é soh abrir um ticket que eles respondem rapidinho, e nao sao idiotas..entendem do que vc ta falando!

    Já fui uma infeliz usuaria da Delix .. mas tem bastante tempo que já não faço parte daquilo lá … e eles ainda tem a cara de pau de ficar enviando newsletter..

  7. Mitcha, o dono da delix até falou por aí que EU é que causei o problema. Seria até possível, mas nenhum dos meus hospedeiros posteriores fala o mesmo; por outro lado, tem muita gente pela web que fala mal da delix.

  8. E olha só onde vim para quando procurava referencias de hospedagem =]
    Logo logo estou no ar!

Comments are closed.