Feliz Vida Nova

Como é que se faz isso, mesmo? Como é que se bloga?

Bem. Vamos direto ao ponto. Em uma frase: minha vida meio que virou do avesso em 2015, e isso não é ruim.

Do começo, agora: eu estava bastante infeliz no trabalho há alguns anos. No início, adorava meu trabalho. Foi meu segundo emprego, ainda no início da faculdade, e fui ficando e crescendo, aprendendo, recebendo responsabilidades e correspondendo a elas. Chegou um momento em que fazia o serviço até de olhos fechados, o que, convenhamos, não é nada estimulante. E chegou outro momento em que forças-não-tão-ocultas começaram a conspirar (sem exageros) contra o setor em que eu trabalhava. O ambiente foi ficando cada vez pior.

Some-se a isso o fato de que tinha pouca gente legal por lá – era uma coisa de puxar o tapete e de inveja (eu sei que parece papo de quarta série, concordo que é infantil, mas é verdade, o que posso fazer?) que, olha, não desejo pra ninguém.

O resultado é que toda segunda-feira eu acordava passando mal. Fisicamente doente.

No início de 2014, depois de uma gota d’água que fez o copo transbordar, ou melhor, quebrar de vez, resolvi colocar em ação o Plano B, em construção desde 2012.

O resultado é que, em setembro de 2015, comecei em um novo emprego, um cargo que eu queria muito e que achei que demoraria ainda uns dois anos pra conseguir. Um cargo que me desafia todos os dias – às vezes até demais – e do qual gosto muito e tenho orgulho, mesmo achando que ele não tem o devido reconhecimento.

Pra completar, esse novo cargo é numa cidade que sempre me fascinou: São Paulo.

Então, é isso. Depois de quase dezenove anos em Brasília e de quinze anos no mesmo emprego, minha vida virou do avesso. E isso não é ruim, mas ainda estou em fase de adaptação.

Feliz Ano Novo pra você também!

8 thoughts on “Feliz Vida Nova

  1. Oi Lu! Seja muito bem vinda de volta!!! Todo sucesso do mundo pra vc, e boa sorte nessa nova empreitada! Coragem (que não te falta) e bola pra frente!Bjs.

  2. É tão bom quando a gente pensa, planeja, arrisca e… faz! A sensação de ser dona da própria vida é maravilhosa, né?

    Um 2016 fantástico procê (nem precisa desejar muito, está sendo já) =D.

  3. Nada como dar um upgrade na vida de vez em quando. Principalmente quando não se está feliz em determinado lugar.
    Mas eu sou suspeita para falar em mudanças de vida… =D
    E que 2016 seja bom para todas nós!

  4. Obrigada pelos comentários, meninas! Bom demais voltar a blogar e contar com vocês do outro lado! Um 2016 maravilhoso pra todas nós!

Comments are closed.