Feeds no Orkut

O Google tem feito constantes mudanças no orkut nos últimos meses, depois de deixá-lo quase abandonado nos seu primeiros anos de vida.

Primeiro, veio a integração com o Google Talk, que alavancou o comunicador instantâneo e permitiu que competisse com o ainda reinante msn. Depois, a possibilidade de compartilhamento de vídeos, também interessante para promover outro produto adquirido recentemente pelo todo-poderoso, o youtube.

Essa semana, o orkut ganhou um novo e interessante recurso: agora, é possível integrar ao seu perfil o conteúdo dos seus blogs, fotologs, contas do Flickr e do Picasa – tudo facílimo, por meio de feeds.

Isso aproxima o orkut de concorrentes muito mais versáteis, como o Multiply e o MySpace (que aterrissará na terra brasilis em breve), que possuem suas próprias ferramentas para compartilhamento de fotos e criação de blogs, promovendo muito mais interatividade do que o voyeurismo orkutiano.

O procedimento é muito simples: basta clicar em “editar feeds”, no menu abaixo da foto do seu perfil, inserir o link do feed e pronto. No caso do Picasa e do Blogger, nem isso é necessário – a integração é instantânea.

Como nas melhorias anteriores, aqui também parece existir a intenção de dar mais visibilidade a um produto do Google. O buscador adquiriu há poucas semanas o FeedBurner, serviço excelente e gratuito de geração de feeds. Popularizando o uso dos feeds no orkut, o Google dá o primeiro passo para torná-los economicamente interessantes, por meio do AdSense. Esse palpite, provavelmente certeiro, não é idéia minha, mas do Norberto Kawakami.

Se vai dar certo? Tenho minhas dúvidas. O usuário médio da web não está familiarizado com o feed. O usuário médio do orkut não está familiarizado com a web. Sem contar que a massa do orkut está a fim mesmo é de fofoca, nada mais.

De todo modo, não custa tentar. Ao blogueiro que tem perfil no orkut, aconselho que coloque seu feed por lá. A maior exposição do blog pode, inclusive, gerar ganhos extras, já que os links para programas de afiliados como o JáCotei aparecem normalmente nos feeds (os do Buscapé, diga-se de passagem, também aparecem, mas os cliques não são pagos pelo programa leonino).

Se quiser ter uma idéia de como isso tudo funciona na prática, dê uma olhada no meu perfil, que já traz o Dia de Folga, o Desconexidades, minhas galerias no Picasa e o álbum no Flickr. Aliás, a inserção do conteúdo do Picasa e do Flickr merece destaque, já que acaba com uma queixa freqüente dos usuários do orkut: o espaço para fotos, restrito a 12 imagens. A integração com o Picasa ficou particularmente bonita.

8 thoughts on “Feeds no Orkut

  1. Oi Lu, que excelente análise das novidades do Orkut!

    Eu sou a favor de que é muito válida essa integração de serviços “dentro” do Orkut. A gente sabe que o Orkut é quase sinônimo de internet para muitas pessoas (leia-se brasileiros, se for preciso).

    E já que o Orkut é uma referência tão grande pra tantas pessoas, é extremamente louvável a iniciativa. Tudo bem que ‘feed xml’ ainda pode ser grego pra esse pessoal, mas o cara vai chegar lá e perguntar: “ué, o que é isso? pra que serve? como funciona?”, e a cada adoção a coisa vai se popularizando ainda mais, até se tornar um padrão, uma necessidade, assim como já é pra nós que usamos diariamente.

    Já que o povo não vem até a tecnologia, então que a tecnologia chegue ao povo, e nós que já conhecemos um pouquinho mais do assunto, torçamos que seja bem aceito e adotado cada vez mais!!!

    Meus 42 centavos de contribuição! 😉
    Bjos…

  2. hehe, eu tinha notado essas novidades ontem. Já coloquei o picasa e o blog nos feeds. Vamos ver se alguém vai notar.

  3. Eu coloquei um apontador/link de um texto (discurso de formatura) dentro de uma comunidade [sobre um professor de física 🙂 ] e sempre chegam uns visitantes provenientes do orkut!

    Agora, seguindo sua dica, acrescentei os meus feeds… não custa nada e ajuda a educar o público de lá a ler informações via feed!

    Se eu tinha alguma dúvida de que o google ia dominar o mundo elas se dissiparam todas agora 🙂

    bjs

  4. O Daniel falou tudo!

    É mesmo muito bacana essa interação que o Google tenta fazer entre todos os seus produtos, até para demonstrar que a política deles é agregar e não deixar sites estáticos.

    E eu ainda nada de usar feeds…rs. Vegonha, vegonha…

  5. Realmente essa integração com feeds foi uma boa. Hoje já vi a confirmação de compra do FeedBurner pelo Google. Vamos ver se o uso dos feeds deslancha com o Oráculo dando as cartas…
    Eu só espero que ele nos dê a chance de utilizarmos o AdSense por lá… Caso contrário pode ser que os rendimentos venham a cair com menos pessoas acessando os blogs diretamente.

    abraço

  6. É, vi as novidades no orkut nesse fim de semana. Mas como acesso muito pouco (geralmente pra consultar a lista de aniversários ou pra ler / responder scraps), acabo não dando muita bola… 😉

  7. Eu estou torcendo por essa popularização, Daniel! Leitores de feeds são os mais fiéis e oferecem contribuições valiosas nos comentários – quanto mais existirem, melhor!

    Gilson, um amigo meu descobriu meu segundo blog por causa do feed no orkut. Tá que é um amigo antenadíssimo com tecnologia e internet… mas já é um começo.

    Sergio, embora o Google se esqueça de vez em quando do “don’t be evil”, ainda acredito que o mundo será um bom lugar se ele o dominar. 😉

    Isso, Srta. Bia, esse lance da agregação e da interação é mesmo fantástico! É a cara da tal “web 2.0”. E você só não usa feeds por medo de viciar, tenho certeza… 😛

    Norberto, não creio que os rendimentos do AdSense vão cair… no meu caso, a quase totalidade do rendimento vem dos “paraquedistas” e esse público sempre existirá, independentemente de orkut, feed readers e afins.

    Dudu, também acesso uma vez por semana, se tanto, para ler scraps e ver os aniversários. Torço para que os orkuteiros de plantão percebam logo a novidade.

Comments are closed.