A Fox e o desrespeito

A Lu Freitas lembrou: dia 1ºde julho fez um ano que o canal Fox, transmitido somente em pacotes de televisão por assinatura, tomou a antipática decisão de dublar quase toda a sua programação. O blog TeleSéries liderou um movimento para marcar a data.

Fox - um ano de desrespeito ao telespectador

Na época, a Fox alegou que uma pesquisa com sua audiência indicava a preferência por programas dublados.

Como assim, Bial?

Então, todos os outros canais de televisão por assinatura têm prejuízo? Universal Channel, Warner, People & Arts, AXN etc. etc. e tal, todos os canais que têm grade de programação majoritariamente legendada estão contrariando sua audiência? Só a Fox está certa?

Televisão por assinatura não é pra todo mundo. Antes que comunistas de cartilha me chamem de reacionária ou elitista, diga-me: quem tem 100 reais, no mínimo, pra pagar mensalmente pela tv a cabo? A verdade é que, no Brasil, somente uma certa classe (econômica e/ou cultural) pode dar-se a esse luxo.

Essa mesma elite freqüenta cinemas, lê romances e navega na internet. É um público que pode até não estar familiarizado com outros idiomas, mas, certamente, é alfabetizado e plenamente capaz de acompanhar legendas.

É essa turma que valoriza o trabalho dos atores originais, que escuta o timbre manso do Robin Williams em Tempo de Despertar e, na hora, já se lembra de Sociedade dos Poetas Mortos, que adora a voz rouca do Al Pacino – ainda mais em Advogado do Diabo –, que acha bacana ouvir a Cameron Diaz em Shrek.

Ah, é uma pequena parte da população? Sim, mas essa minoria compõe a maioria que paga, todo mês, por um pacote especial de televisão, e espera ser respeitada. Não é favor algum levá-la em consideração; antes, é obrigação dos prestadores de serviço que vivem do dinheiro dessa parcela. No mínimo, a opção de som original com legendas deveria estar acessível.

Vindo da Fox, esse desrespeito nem surpreende – a emissora é especialista em ignorar o telespectador. Intervalos comerciais de seis, e até oito minutos são comuns (sim, já cronometrei). Falta de som ou falta de sinal acontecem com mais freqüência que em outros canais. Outro dia, a transmissão estava tão desbotada – não era a minha tv, eu testei – que a cor dos Simpsons era… cor-de-pele.

Aliás, falando em Os Simpsons, realiza a cena: exibição do desenho animado após a meia-noite. Acabou o primeiro episódio, começou o segundo… em espanhol. Esquisito, despropositado, mas tudo bem, dá pra entender. Vem o primeiro intervalo e… surpresa! A Fox tirou o episódio do ar, na metade e, obviamente, sem nenhum aviso.

Bacana, hein?

Depois de tudo isso, ainda tem gente que grita “crime! pirataria!” quando o telespectador resolve baixar episódios e legendas – aos quais tem o direito de assistir, já que paga todo mês por eles – para ver da forma que mais lhe agrada, no horário mais conveniente.

Você vai me dizer: “ah, pára de ver a Fox, se ela te incomoda tanto”. Já parei, há muito tempo (exceto pelos Simpsons, de vez em quando). Só que minha liberdade de parar de ver o canal não anula minha liberdade de, como consumidora, reclamar.

A propósito, o que falta em várias esferas do nosso dia-a-dia é reclamação. O conformismo é característica do brasileiro, infelizmente (e eu me incluo nessa, em alguns aspectos).

24 thoughts on “A Fox e o desrespeito

  1. Belo relato. Realmente é uma falta de respeito com o consumidor, ainda mais porque parte deles se manifestou.

    No dia em que cada canal for pago separadamente, aí sim prestarão mais atenção ao que o consumidor pensa. Porque se não andarem na linha, zap!, é só cancelar aquele canal.

  2. Concordo com cada palavra. Fox agora só p/ Simpsons de vez em quando.

    Se prepare para o ataque dos dubladores fundamentalistas ofendidos.

  3. Thássius, sonho com o dia em que poderei comprar os canais que realmente vejo… não são 20% dos que pago hoje.

    Ronaldo, putz, eu sabia que tinha me esquecido de alguma coisa no texto.

    Registre-se que o trabalho de dublagem no Brasil é de primeira qualidade e, em alguns casos, iguala-se ao original (Os Simpsons e a dublagem de Star Trek: TOS são dois ótimos exemplos). Isso não muda o fato de que a decisão da Fox é arbitrária e inconveniente.

  4. Belo texto, belo mesmo, gostei do ponto de vista diferenciado e de não ter vergonha de se expor como uma pessoa de classe média com cultura (pra muita gente isto parece ofensa).
    Obrigado pelo apoio.

  5. Paulo, obrigada por iniciar a campanha que motivou o texto. 🙂

    É curioso, no Brasil é feio gostar de cultura, aproveitar entretenimento sadio (mas Faustão e Mulher Melancia pode) e ganhar dinheiro. Vai entender.

  6. É isso aí, Lu! Você, mesmo não assistindo mais ao canal, tem todo o direito de reclamar. Nós brasileiros somos mesmo muito conformistas com relação aos nossos direitos de consumidor.
    E filmes e seriados dublados, tenha dó! É nojento!!!!

  7. È isso aí… tem que botar a boca no trombone… (no bom sentido)..ou não…rs… valeu a bronca…

  8. Lu.

    Talvez pelo fato de eu assistir (quando assisto) a Fox pela Sky, tenho a opção de ver a programação com ou sem legendas, com áudio original ou dublado. Não sei se é para toda a grade que tem esse recurso, mas para Os Simpsons está sempre disponível.

    Mas concordo que não dá pra suportar filmes (ou o que quer que seja) dublados. Esses dias tinha um filme super bom no TCM, cuja dublagem os caras refizeram. A impressão que deu é que não tinha dublador suficiente para todos os personagens e os que ali estavam tinham de se desdobrar para criar novas vozes. O resultado ficou digno de um Tela Class da MTV (finada na Sky — eu gostava de ver o Fudêncio).

  9. Nossa.. eh verdade… apesar de eu ser um Neo-pobre… ainda tenho condições de pagra… porem, se pudesse escolher, compraria apenas uns 10 canais… pq de resto nada se salva… e repetm toda hora o mesmo programa isso….. eh um saco… fikei desempregado e cheguei a ver 3 vezes o mesmo filme passando num canal.. absurdo!

  10. Lu:
    Adorei seu texto. Muito bom. Nem tenho canal pago, só vejo quando vou até a casa de meu filho e vejo como é ruim. Poi é, as pessoas deveriam poder escolher o que ver e não ficar vendo o que eles querem que vejamos. A MTV fez uma baita propaganda contra a Sky e achei foi bom.

  11. Lu, eu concordo, odeio coisas dubladas, mas tenho que concordar com a fox, a maioria das pessoas que convivo diariamente só assistem a DVDs, configurando-o pra assistir o filme dublado!!!
    Já ouvi outro companheiro de trabalho reclamando da TV a cabo só passar as coisas legendadas…
    Claro, tudo para meu desespero!!!

  12. Também tenho Sky, então não posso falar por todo mundo, mas a Fox é a única que eu vi oferecer a possibilidade de exibir legenda além de escolher o áudio original.
    A única reclamação que tenho com ela é a demora da exibição de séries por causa da dublagem. (A terceira temporada de Prison Break vai ser exibida com dez meses de atraso.)

  13. É… por mais que eu também abomine filme dublado, o Neto Cury tem razão. Vence a maioria, que não gosta de ficar lendo. Conheço várias pessoas assim, quem gosta de filme legendado é minoria. Infelizmente…

  14. Lembro bem quando aconteceu essa dublagem geral na programação da Fox. Eu, que achava o canal muito legal, passei a ignorar totalmente, pois pra que continuar acompanhando algo que está pior?

    Hoje em dia nem sei como anda a programação do canal, mas parei total.

    Series ou nos outros canais ou via download. =P

  15. Eu tenho Sky e raramente assisto a Fox, mas descobri sozinha, que mudando o idioma, imediatamente começa a aparecer legenda!!
    Foi por acaso, como eu odeio filme dublado, e tentando treinar mais o inglês, fui lá e mudei…

    Nos Simpsons não sei porque não vejo, mas nos filmes, sempre faço isso!!

    E vc tem todo direito de reclamar sim, eu heim!!

    Beijos!!

  16. Pena que para a NET analógica a Fox não oferece o som original – aliás, parece que na NET digital o recurso não funciona muito bem, embora esteja lá.

  17. Assino a NET Digital e sou ex-assinante da SKY. Nas duas é possível alterar o audio e a legenda. Mas para isso funcionar o canal tem que disponibilizar tanto um quanto o outro. Parece que a Fox disponibiliza só o audio nas séries… Shame on you Fox! 🙂

  18. Ah, tem mais uma coisa: a fox mostrou não ter respeito nenhum com seus telespectadores e perdeu muita audiência com suas dublagens. Para aqueles, que assim como eu, acreditam que a programação deve ser exibida com áudio original e legendada e que a dublagem deve ser uma OPÇÃO, como acontece em DVDs e que é tecnicamente viável nas operadoras digitais, mandem emails aos canais de sua preferência mostrando essa idéia. Divulguem no orkut, no twitter enviando o link dessa página e expondo a situação… Assim quem sabe, nós palhaços que estamos pagando seremos ouvidos…

  19. Aprovo e descordo!
    Aprovo sim a dublagem. Desaprovo tirarem o som original.
    Vou ex: Se houvesse as duas opçãos para satisfazer o telespectador (ex: sap e legenda) seria favoravel para ambos os publicos. Naum tenho manifesto para algo tão banal. Mas sei que eu gosto de acompanhar o filme e apreciar sua fotografia… Ao ler a legenda perdemos piquenos detalhes (isso é fato) por outro lado é demais ouvir ao som original. A dublagem brasileira é uma das mais elogiadas do mundo inteiro… Enquanto estamos elogiando os grandes astros da telinhas, seus roteiristas e diretores. A de convir que somos hipocritas quando dizemos que há desrespeito nessa história! Prudente é ter duas opções para o publico e a Fox falhou nisso. De fato temos que ser honestos em adimitir que somos americanizados e sensacionalistas.. Admiramos mais o conteudo do exterior do que o interior (america x brasil)Se fosse um jogo de futebol de que lado vocês ficariam…Pensem nisso pessoal.

  20. Vc falando em 6 ou 8 minutos ta elogiando a FOX, ultimamente e com grande frequencia ja peguei intervalos de 12, 14 minutos na segunda temporada de THE WALKING DEAD, sem contar q essa essa msm serie, é editada para o brasil, nos eua é na integra.

Comments are closed.