Farol Santander

Dica de passeio em São Paulo: exposições no Farol Santander.

Estava com muita vontade de ver a exposição “Lendo a Cidade” e consegui me organizar pra visitá-la ontem. Não decepciona: curiosidades sobre letras e tipos, murais lindos, fotos e mais fotos (no andar debaixo) e um vídeo interessantíssimo sobre a história da tipografia.
Não sabia da exposição de máscaras e acabei me surpreendendo: máscaras de todas as épocas, credos, países e temas. Achei riquíssima. E esse bate-bola, gente? Eu morria de medo deles, tive altos pesadelos e saía correndo quando os ouvia chegar.

Senti falta do antigo mirante e de um folheto com explicações, mesmo que mínimas, sobre as exposições, pra organizar a visita. O pessoal da recepção não dá informação alguma, quem ajuda mesmo são as ascensoristas.

O sistema de vendas por internet com horário marcado é confortável e o preço é camarada, 25 realezas.

Quando Tudo Estiver Pronto

Dica de teatro em São Paulo: “Quando tudo estiver pronto”.

Não acredito que quase deixei passar esse post. “Quando tudo estiver pronto” é uma das melhores peças que vi nos últimos anos.

A história começa no fim do Shivá, o período de sete dias de luto que sucede o enterro na tradição judaica. Marido, filho, sogros e cunhada estão tentando voltar à rotina após a morte repentina de Estela, a responsável pela harmonia familiar. E então…

Não vou contar o que acontece, mas já aviso que todas as resenhas da peça contam. Pesquise por sua conta e risco. Eu não sabia o que esperar e adorei não ter sabido.

O texto é um drama com boas pitadas de comédia. Os temas são universais: morte, luto, família. Os atores estão excelentes.

Em cartaz no Teatro Folha (Shopping Pátio Higienópolis) até 15 de setembro. Corre!

Estrelinhas no caderno: 5 estrelas

Merlin e Arthur – Um Sonho de Liberdade

Dica de teatro em SP: “Merlin e Arthur, um Sonho de Liberdade”. Musical com canções do grande Raul Seixas. Arthur sonha com um país unido, com harmonia entre bretões e romanos. A esperança se torna urgência ante a ameaça de invasão pelos saxões. Ao seu lado, conta com Lancelot e Guinevere. Conseguirá realizar seu sonho?

A peça integra muito bem recursos digitais – Vera Holtz, Merlin, aparece nessa mídia – e tem coreografias excelentes. As canções do Raul Seixas encaixam bem. Atores ótimos (Paulinho Moska convence após a primeira cena), com destaque para a fisicalidade cômica do Dreadmor. A peça podia ter uns 20 minutos a menos e a percussão podia ser menos forte para não encobrir as vozes.

O texto provoca reflexões políticas oportunas, além de falar de amor e a amizade.

Em cartaz no Teatro Frei Caneca. A temporada acaba dia 18 de agosto, então corre.

Estrelinhas no caderno: 5 estrelas

O Manifesto Holstee e uma dica para você fazer seu próprio manifesto.

Ainda terei um desses em casa:

Holstee Manifesto

O Manifesto Holstee foi criado por dois irmãos norte-americanos que em 2009, no meio da crise econômica e sem emprego, decidiram abrir um negócio próprio. Eles dizem “nós escrevemos um manifesto, mas nunca escrevemos um plano de negócios”.

A empresa decolou (seus produtos são feitos de material reciclado e a preocupação com um meio-ambiente sustentável é a tônica), mas o Manifesto Holstee fez muito mais sucesso do que poderiam prever. Em resumo, o texto afirma que vida é simples, a vida é curta; estamos aqui para fazer o que amamos, para criar, para inspirar e compartilhar nossas paixões. Vale a pena ser lido todos os dias para não perdermos o foco no que realmente importa.

O Manifesto Holstee já ganhou diversas versões, inclusive em vídeo (esse tem legendas em português). Muita gente também tem se inspirado no formato para criar seu próprio Manifesto. Que tal aproveitar esse início de 2012 e criar o seu, como o site Creating Clever propõe?

Você pode aproveitar o modelo oferecido pelo site como ponto de partida (se bem que não recomendo uma parte dedicada a “I will not” – destacar afirmativas positivas é sempre bem melhor que escrever na negativa), inspirar-se na galeria de manifestos compartilhados ou criar o seu do zero. Depois, leve a uma gráfica para imprimir em papel de boa qualidade e pendure-o em local visível para lembrar-se dos seus propósitos em 2012.

Aliás, você já parou para pensar no que quer pra sua vida esse ano?