Café gourmet ganha cada vez mais espaço nas boas padarias.

Servir um café de qualidade atrai mais clientes e gera mais lucro do que se imagina:

Muitos estabelecimentos não oferecem um bom café porque acham que o investimento é alto. Então fizemos um cálculo para verificar quais seriam as despesas e receitas básicas geradas pelo serviço de café.

  1. Um café gourmet custa cerca de R$ 28,00/kg. Se cada bebida preparada consumir no máximo 10 g do produto, o custo será de R$ 0,28/xícara.
  2. Se o preço no cardápio for de R$ 2,90/xícara, o lucro é de R$ 2,62/xícara
  3. O aluguel de uma boa máquina de espresso com três grupos (que faz até seis cafés por vez) e de um moinho custa em torno de R$ 450,00/mês.
  4. Se a padaria servir cerca de 500 xícaras/dia (15 mil xícaras/mês), a receita será de R$ 39.300,00/mês, menos o valor do aluguel dos equipamentos, o lucro líquido é de R$ 38.850,00/mês.

Leia a matéria completa no Portal Espresso.

Dia Nacional do Café

Hoje, 24 de maio, é o Dia Nacional do Café. Nada mais justo que o Brasil, segundo maior mercado consumidor de café do mundo (só perde para os Estados Unidos), homenageie a bebida presente por aqui há tanto tempo, mesclada à nossa história e à formação do povo brasileiro.

Em 2009, cada brasileiro consumiu, em média, 78 litros de café. São mais de 200 ml., ou quatro cafezinhos por dia por pessoa.

O perfil do consumidor tem passado por alterações nos últimos anos. Hoje, é fácil encontrar cafés gourmet nos supermercados para atender a um público que faz questão de bebidas aromáticas, torradas no ponto certo e puras. O mercado internacional também tem exigido selos e certificações e o Brasil tem que apertar o passo para não perder terreno para cafés de outras procedências, como o colombiano.

Que venham mais certificações e mais cafés de alta qualidade. Só temos a ganhar!