Primeira Lei da Corrida: Nunca Fica Mais Fácil.

Faz pouco mais de dois anos que corro. Já é quase o esporte ao qual me mantive fiel por mais tempo (ainda perde pros meus 3 anos de natação na adolescência) e sem dúvida é o de que mais gosto. Não me vejo parando. É mesmo como dizem por aí: corrida vicia!

MAS. Corrida nunca fica fácil. Nunca-jamais-em-tempo-algum.

No começo é um suplício pensar em aguentar 5 minutos sem parar. Aí, vem a conquista do primeiro quilômetro, ainda que em velocidade pouco maior que a de caminhada – uma conquista dura, muito dura. Depois, você tenta correr 10 minutos direto, e já pensa em como deve ser correr por meia hora – e o corpo dói só de pensar. Quando você chega lá, começa a querer correr mais rápido. Depois, por mais tempo. E assim sucessivamente.

Em uma palavra, corrida é desafio. Quando você supera um marco, já tem outro em vista. Quando começa a ficar fácil, você complica. Quer mais tempo, mais velocidade, mais dificuldade. Mais endorfina. Aí, dependendo do dia, o treino fica mais ou menos assim:

Fluxograma da Corrida
Fluxograma da Corrida

A quilometragem pode variar, mas a sensação em cada etapa proporcional do treino é basicamente a mesma.

Quer encarar? Calce um par de tênis e vá correr! Garanto que vale a pena!

2 thoughts on “Primeira Lei da Corrida: Nunca Fica Mais Fácil.

  1. Oi Lu!

    Ótimo texto (como sempre)!

    Concordo totalmente: nunca fica mais fácil, mas como comentei no Facebook: “sempre fica mais prazeroso!”.

    Comecei a correr, efetivamente, no ano passado. Efetivamente, pois já havia começado outras vezes e acabei parando. Agora virou um hábito, tanto que quando eu não corro, sinto que faltou algo no dia.

    A sensação que tenho ao término de um treino é de uma energia que me “prepara” para o dia que está começando (sempre corro entre 05:00 e 05:30 da manhã)…

    Agora estou frequentando uma academia e fazendo um trabalho complementar de musculação e natação para que eu tenha um melhor condicionamento e melhor desempenho nas próximas corridas, que no ano passado foram somente duas.

    Além disso, estou me preparando para – se tudo der certo – fazer o Caminho de Santiago em Setembro deste ano e acredito que o preparo que a corrida me trouxe será de grande valia nessa empreitada… 🙂

    Feliz ano novo e boas corridas!

  2. @Chris, realmente, sempre fica mais gostoso – por isso a gente continua!

    Você é madrugador, hein? Eu corro bem mais tarde.

    Feliz ano novo, felizes corridas e que os planos para o Caminho de Santiago dêem certo!

Comments are closed.