Mais sobre o acidente da TAM


Para quem ainda acha que o desastre de terça-feira passada com o Airbus 320 foi um acidente, ou, pior ainda, para quem já se apressou em culpar o piloto – que, morto, não pode tugir, mugir ou empurrar a responsabilidade para outra pessoa – eis um texto escrito por um piloto que explica detalhes sobre o pouso em Congonhas. O artigo é técnico, mas compreensível. Vi a dica no Blogue do Janio que, por sua vez, encontrou-a no Ladybug Brasil.

Não voe por CongonhasA propósito, vi no Pensar Enlouquece, Pense Nisso uma campanha que vale a pena divulgar e seguir: Não voe por Congonhas. É provável que vá a São Paulo daqui a algumas semanas e já resolvi: chego e saio por Campinas. Talvez meus motivos sejam pouco nobres, porém, já que o mais forte deles é mesmo o medo.

A campanha Não voe por Congonhas visa a uma mudança de hábito, levando-se em conta que o aeroporto está sobrecarregado. O racionamento de vôos e a execução de reformas urgentes são medidas imperativas para que seu uso se torne seguro. Principalmente, é essencial pensar numa alternativa séria a Congonhas. A construção de um novo aeroporto, capaz de receber aviões de grande porte com segurança, não pode mais ser adiada. O que cada um de nós pode fazer é abrir mão da praticidade e, sim, do comodismo, e optar por Cumbica (Guarulhos) ou Viracopos (Campinas). Talvez assim, autoridades e empresas aéreas sejam atingidas na parte que mais lhes dói (o bolso, claro, porque consciência é algo que lhes falta) e passem a buscar soluções concretas para o Apagão Aéreo. A iniciativa é do blog ViuIsso?.

Lamento a ausência de textos no Dia de Folga esta semana e a insistência em falar dessa tragédia. O que ocorre é que senti-me absolutamente sem vontade de escrever trivialidades após o ocorrido. A apatia está passando e o DF volta à programação normal na próxima semana.

8 thoughts on “Mais sobre o acidente da TAM

  1. O Wolverine Responde já entrou na campanha “não voe por congonhas”, valeu Lu!! Só este ano já foram 4 viagens chegando saindo ou fazendo conexão em congonhas e em agosto volto para Curitiba mas desta vez cumbica será opção.

  2. Oi, Lu

    Campinas é uma boa opção do ponto de vista técnico, já que o aeroporto dificilmente fecha, mas o terminal de passageiros é bem simples, mesmo depois da reforma.
    Precisando de qualquer coisa quando vier para esses lados é só falar!
    []s

Comments are closed.