Camarão na Moranga

Ingredientes

  • 500 gramas de camarão limpo, sem casca e sem cabeça
  • limão, sal e pimenta a gosto
  • 1 abóbora moranga de tamanho médio, de bom aspecto
  • 1 tomate sem pele e sem sementes
  • 1 cebola picadinha
  • 6 azeitonas picadas
  • azeite
  • 1 pacote (400 gr.) de requeijão para uso culinário (“catupiry”)
  • alguns camarões grandes, sem cabeça, para decorar

Você também precisará de

Preparo

Tempere os camarões com limão, sal e pimenta.

Abra uma tampa na abóbora. Retire as sementes e as fibras soltas.

Camarão na Moranga Refogue com azeite a cebola, o tomate e as azeitonas. Acrescente o camarão (exceto os grandes, para decoração) e cozinhe por uns 5 minutos.

Forre o fundo da abóbora com metade do requeijão culinário. Adicione os camarões e cubra com a outra metade do requeijão.

Tampe a abóbora e, numa assadeira, leve-a ao forno médio por aproximadamente 1 hora, ou até que fique macia. Você testa o ponto enfiando um palito, que deve entrar facilmente.

Na hora de servir, enfeite a abóbora com os camarões grandes, previamente refogados.

Dicas e Complementos

Camarão na Moranga Não cozinhe demais o camarão, ou ficará “borrachudo”.

Sirva o prato acompanhado de vinho e arroz brancos.

  • Tempo de preparo: 1 hora e 15 minutos (descontado o tempo de limpar o camarão)
  • Grau de dificuldade: moderado
  • Rendimento: 3 porções

11 thoughts on “Camarão na Moranga

  1. Olá Lu!

    Primeiro, parabéns pelo blog. Pra lá de interessante. Ainda não lembro como cheguei nele, mas já está nos favoritos – já que de onde eu acesso o uso de rss e leitores de feed são proibidos.

    Só estranhei no camarão o vinho que está ali. Você armonizou com qual casta do Casillero?

    Sucesso!

  2. Caramba!!!

    Ler isso perto da hora do almoço é tentador…

    Lu, vc já comeu “seqüência de camarão”? Eu comi em Floripa… muuuuuuuuuuuito bom!!! Camarão de todo tipo (frito, assado, milanesa, muqueca, etc, etc, etc). eles poderiam acrescentar sua receita!!! rs rs rs

    Abraços

  3. Walter, bebemos o branco que tínhamos à mão, um Chardonnay.

    Jonny, essa seqüência me deu água na boca! Quando haverá um BlogCamp em Floripa, mesmo? 😛

Comments are closed.