Bad, bad country. No Pandora for you.

Tudo bem, eu gosto do Brasil e acho muito legal ter nascido num país razoavelmente civilizado, em que qualquer um pode entrar na igreja que bem entender (mesmo que seja a Renascer ou a Universal – esse é o preço, sem trocadilhos, da liberdade de expressão), xingar o Lula até cansar e parecer árabe sem ser preso e interrogado, mas tem dias em que morro de inveja das facilidades do mundo desenvolvido. Hoje, por exemplo.

Lembra que há pouco tempo falei do Pandora? Fiz a maior propaganda sobre a forma inovadora que o site tem de apresentar músicas que acertam em cheio o gosto do ouvinte. Pois bem. Que o Pandora e outras rádios online têm sido perseguidas pela RIAA e poderiam acabar num futuro próximo, eu já sabia. Só que, aqui no Brasil, o futuro chegou primeiro (por que isso nunca ocorre para uma boa coisa?).

Na verdade, no Brasil e no resto do mundo, com exceção da terra do Tio Sam, o Pandora está fora do ar a partir de hoje. Devido à incapacidade dos países em fornecerem licenças adequadas para a reprodução de músicas via internet, a equipe que mantém o serviço decidiu parar de oferecê-lo mundo afora. Em comunicado recebido pelos ouvintes não-norte-americanos, o time informa a decisão, exprime seu desapontamento e deixa apenas um fiapo de esperança, dizendo que ainda tenta negociar as licenças internacionais.

Alguém aí tem qualquer ilusão a respeito da possibilidade de negociação com gravadoras que preferem perder terreno para a pirataria em vez de diminuírem sua margem de lucro e/ou venderem músicas pela internet a um valor decente? Nem eu.

Alternativas? Tem a dica do Oito Passos: usar um IP norte-americano para continuar acessando o Pandora. O Gabriel também sugeriu uma outra rádio online, a Radio.Blog.Club, que testei por meio minuto e, de cara, não gostei do visual. Tem o Soundpedia, ótimo se você quiser ouvir um álbum inteiro (sugestão que o Glacial deixou por aqui quando fiz o artigo sobre o Pandora), e com recursos além da reprodução de músicas. Tem o Last.fm, muito fraco em comparação ao Pandora e ao Soundpedia. E tem o Musicovery que, de todos, é o mais parecido com o Pandora, trabalhando também com o encadeamento de músicas por similitude e contando com uma interface agradável e intuitiva.

Aproveite enquanto ainda existem opções.

8 thoughts on “Bad, bad country. No Pandora for you.

  1. Pingback: Blog do Nunes
  2. O Radio.Blog.Club não tem um visual muito amigável mesmo. Apsar de que eu já me acostumei. Mas pelo menos eu acho todas as músicas que quero 🙂

    Na verdade verdadeira mesmo, tem uma penca de rádio por aí. Me lembro dos tempos que a Usina do Som era quase uma revolução na internet!

  3. Bion, o Pandora já está fazendo falta mesmo. Dá uma olhada no Musicovery, que se aproxima dele.

    Vou dar uma segunda chance ao Radio.Blog.Club, Tonobohn. Por enquanto, estou enamorada do Musicovery.

    Estou dando uma olhada nele, seguindo sua sugestão, Guilherme. Parece bem interessante mesmo e o visual é legal, só não tem grande variedade de músicas nacionais.

  4. Lu, veja aqui o resultado deste prêmio entitulado o Grammy da Web – http://www.webbyawards.com/webbys/current.php?media_id=96 – Last fm ganhou. Votação pública.
    Tem um programinha on-line para passar os seus arquivos pandora para o last fm – quando achar te passo.
    Dou maior força para o Radio.Blog.Club, gosto bastante e também porque o criador tem somente 16 anos. Acho super essa moçadinha! 😉
    Então, já sabe a minhas preferências.
    Beijus

  5. Lu, o post é bom, mas o título é simplesmente um dos melhores que já vi. Se houvesse algum concurso para escolher os melhores, você deveria inscrevê-lo. 🙂

Comments are closed.